sexta-feira, 29 de novembro de 2013

Sobre o trem e a vida!


A vida está passando rápido demais. Sinto-me como se estivesse dentro de um trem sentado do lado da janela, vendo cada coisa passar lá fora. Tudo vai ficando para trás. Cada árvore, montanha, cada vila perdida no meio do nada, cada criança que corre atrás do trem se divertindo com a viagem dos outros. Tudo vai ficando. Alguns amigos que estão na mesma viagem vão descendo nas próximas estações e, com um adeus frio, partem para o outro lado do caminho. Da mesma forma desconhecidos vão entrando, tentam puxar assunto, mas antes que possam ser chamados de amigos já mudam de vagão. Enquanto isso, estou aqui. Comendo na mesma panela, sentado ao lado da mesma janela, vendo o mesmo mundo passar ligeiro lá fora. Um dia vou descer do trem e não farei mais parte desta viagem. Contudo, o mais importante é que outros continuarão saindo e entrando nas próximas estações. Estamos na primavera. Acho que ainda não é hora de descer. Deixem o trem seguir em frente. Deixem o mundo que ele cruza ficar para trás. Está vazio? Não se sinta assim. Há outras pessoas neste vagão e elas estão sentindo exatamente a mesma coisa que você neste momento. Compartilhe a viagem. Compartilhe a vida. E faça isso antes que o maquinista grite o seu nome e diga que chegou a sua vez. 

terça-feira, 26 de novembro de 2013

Sobre o amanhã e suas incertezas!


O verdadeiro Soldado da Paz sabe que não deve temer o amanhã. Ele já se sentiu inseguro quanto ao futuro, mas descobriu que quando se tem fé, o pior dos desastres o levará ao Paraíso. Às vezes estes sentimentos de insegurança surgem no terreno de sua alma, aí guerreiro pega a espada e vai afiá-la do lado de fora da tenda. “Está deprimido”, diz um de seus homens. “Não, ele deve estar buscando direção para o combate de amanhã”, diz outro. Nenhum deles tem razão. O Soldado da Paz afia sua espada justamente para tentar não pensar no amanhã e em suas incertezas. Não está triste, não se sente só, nem está com medo. Apenas prefere fugir de certas reflexões. Sabe que só ficará por aqui até o dia em que ainda tiver algo de importante a realizar – depois disso estará liberado para bater suas asas e voar. E tudo o que mais deseja é estar preparado para o dia em que as gaiolas de sua eternidade se abrirem. Ele voará em paz. 

Thiago Mendes

segunda-feira, 25 de novembro de 2013

Sobre onde guardar os nossos sonhos!


Senhor, hoje venho entregar a Ti cada um dos meus sonhos. Sei, meu amado Senhor, que muitos deles se perderam em meio ao caminho e até em meio às minhas vaidades pessoais, mas creio que hoje descobri o que realmente devo fazer: guardarei os meus sonhos no Teu santo altar. Em Sua presença o inimigo jamais poderá roubá-los. Sei que onde estiver um sonhador, ali também estará um matador de sonhos. Por muitas vezes não vigiei como deveria e acabei por permitir que estes assassinos levassem coisas preciosas que me destes. Mas de agora em diante meus sonhos estarão em Ti - onde ninguém será capaz de tocá-los. Entrego, meu amado Senhor, tudo em Tuas mãos. Minha fé, minha esperança, minhas emoções, meu coração e meus sonhos. Sei que em Tuas asas, para sempre estaremos seguros. Somos Teus.

Thiago Mendes

domingo, 24 de novembro de 2013

Mais uma ministração da Palavra de Deus

Thiago Mendes fala sobre sonhos na Assembleia de Deus Ministério de Campinas no Recreio Panorama.

O pastor e escritor Thiago Mendes esteve neste domingo (24) na Assembleia de Deus Ministério de Campinas no Recreio Panorama em Goiânia. "Você nasceu para ser alimento a esta geração. Não tenha medo de sonhar. O inimigo jamais poderá matar seus sonhos se eles estiverem no altar", disse durante a ministração. A Igreja, que é dirigida pelo Pr Eliézer conta com muitos jovens, entre eles Marconi Cruz, rapaz ousado e cheio de sonhos. Os presentes foram profundamente tocados pela Palavra de Deus. No final Thiago Mendes autografou livros e cumprimentou a todos. 











Sobre o dia em que tudo se fez novo!

Hoje eu vim aqui apenas para dizer que você não pode parar. Está com medo de que? Nós dois sabemos que já enfrentou situações piores no passado e superou. Não há desculpas. Fique calmo e acredite que tudo isso irá passar novamente. Há muitos guerreiros caídos no meio do caminho e você precisa ser um braço firme estendido a cada um deles. Vamos, levante-se, volte ao seu posto e fique preparado porque ainda hoje teremos uma batalha importante. Vista uma armadura nova e que ela represente este novo momento que começa em sua vida. Não se preocupe com os resultados passados. Lembre-se: as derrotas nos matam, ou nos fortalecem. Portanto se está vivo, está mais forte. Acredite que as coisas velhas se passaram. Eis que tudo se faz novo.

Thiago Mendes


Curta a página do escritor que está tocando o Coração do Brasil: www.facebook.com/thiagomendesbrasil

sábado, 23 de novembro de 2013

PÁGINA:

Página oficial do escritor Thiago Mendes. Copie, curta, compartilhe:
www.facebook.com/thiagomendesbrasil

quinta-feira, 21 de novembro de 2013

Sobre quando nos sentimos tristes sem razão!

De vez em quando a Mulher de Fé acorda triste e angustiada. No primeiro momento procura por alguma causa óbvia. Avalia a noite ao lado do seu amor, o comportamento dos filhos, as finanças, os acontecimentos do dia a dia – tudo normal. Quando a Mulher de Fé não encontra a causa fica ainda mais confusa. “É justamente este o problema: tudo está normal”, diz sua alma repleta de angústia. A Mulher de Fé respira fundo tentando buscar um alívio que não encontra. Sua alma prossegue: “Você se acostumou tanto com uma vida cheia de conflitos e problemas que não consegue descansar quando tudo vai bem. Parece estar lhe faltando alguma coisa. Descanse. Pode ser que os conflitos voltem e, se souber aproveitar esta trégua, certamente estará bem mais forte quando vierem”. A Mulher de Fé sente que seu interior descansa. Um peso parece ter deixado seus ombros. Logo seu amor estará de volta, os filhos voltarão a correr pela casa e fará de tudo para aproveitar a paz que o seu mundo tem lhe oferecido. 

Thiago Mendes


quarta-feira, 20 de novembro de 2013

Sobre admirar sem tocar e sem querer mudar!


Já é tarde da noite, o dia foi cansativo, mas Álih, o guia, e Jávier, seu aprendiz, ainda estão do lado de fora da cabana conversando. O velho aponta para as estrelas. “São lindas, não?” O jovem sabe que a pergunta é apenas uma introdução. “Sim”, responde fitando o infinito. “Algumas coisas precisam ser observadas de longe. É assim que conseguem ser belas. Se nos aproximarmos muito, acabaremos por tentar mudá-las. Temos sempre a mania de retocar tudo, tentando deixar a nossa marca”. O jovem continua olhando para o céu. “Isso só vale para as estrelas?”, pergunta. O velho sorri. “Isso não tem nada a ver com as estrelas. Elas sabem se defender”, responde em tom irônico. “O problema é aqui embaixo”, continua. “Às vezes é difícil aceitar as coisas como elas são. Estamos sempre querendo que elas sejam da nossa maneira. Precisamos aprender a admirar sem precisar tocar, sem ter que mudar”. Ambos se levantam e vão dormir. Jávier aprendeu uma lição importante: Tem coisas que nos tocam profundamente, mas jamais poderão ser tocadas por nós! 

Thiago Mendes

terça-feira, 19 de novembro de 2013

Sobre o anjo, os sinais e a ansiedade!


O Arqueiro tem estado preocupado com a velocidade de seu progresso. Percebe que o avanço é lento, arrastado e inconstante. Já procurou acelerar as coisas, mas descobriu que em cada tentativa, ao invés de avançar, acabava sendo obrigado a retroceder ainda mais. Seu anjo aparece. “Todas as vezes que você ver um rio se encher de uma vez, observe, a água que o encheu estará completamente suja. Tudo o que é súbito causa mais estragos que benefícios e geralmente não permanece por muito tempo”. O Arqueiro fica em silêncio. O Anjo dá dois passos adiante e volta a falar. “Ofereça sempre o seu melhor e não tenha medo de ser superado. Muitos começam a carreira cheios de euforia, mas acabam frustrados porque criaram expectativas maiores que sua capacidade de realização. Não vá lento, nem rápido demais. Observe os sinais, eles te conduzirão à fonte”. O anjo parte e leva consigo a ansiedade que o guerreiro trazia em seu coração. Ele continuará lançando as suas flechas, mas sem a impressão de estar sendo ferido por cada uma delas.

Thiago Mendes 

segunda-feira, 18 de novembro de 2013

Sobre o vento e o destino!


Às vezes os ventos se tornam contrários e navegar fica quase impossível. Quando isso acontece, devemos fazer de tudo para não perder a direção. Em momentos assim vale a pena abrir mão momentaneamente do progresso, a fim de preservar a saúde da tripulação. Espere. Os ventos sempre mudam. Se todos estiverem bem e a embarcação intacta, poderemos recuperar o tempo perdido depois, quando os ventos estiverem favoráveis. Não se apresse. Lembre-se: tudo tem o seu tempo determinado. Se for preciso, recolha as velas, solte suas âncoras e aguarde o fim da tempestade. Logo o sol voltará a brilhar e você poderá prosseguir em segurança. Se você sabe bem para onde deseja ir, nada poderá lhe impedir. Acredite na força do destino. Ele também soprará a seu favor.

Thiago Mendes

“Diário de um Soldado já é o livro mais vendido do ano”, diz Pé de Letras.

Hoje está completando um mês do lançamento oficial do livro Diário de um Soldado, do escritor Thiago Mendes. É bom lembrar que a noite de autógrafos aconteceu no dia 18 de outubro na Assembleia Legislativa do Estado de Goiás. O impressionante é que segundo o selo editorial Pé de Letras, bastante respeitado no Brasil, o livro já superou, em vendas, todas as demais obras publicadas no Estado este ano. Para Izaura Franco, presidente da editora R&F, que publica os livros do escritor Thiago Mendes, grande parte do sucesso se deve ao extenso trabalho de divulgação e a distribuição adotada pela editora. “O Thiago Mendes é hoje, sem dúvidas, o escritor mais lido do Centro-Oeste, com atuação diária em várias emissoras de rádio, escreve para dezenas de jornais, e aproveitamos disso para fazer uma distribuição à altura. Deu certo, o público tem correspondido e acreditamos que vamos nos surpreender muito com este trabalho”, disse. Thiago Mendes, além de escritor é palestrante, jornalista e locutor das rádios 730 AM, Jovem Pan e Vinha FM.

Sobre quando a alma de um guerreiro cansado pede socorro!


Hoje acordei precisando muito do seu abraço. Aquele abraço lembra? Sua presença encorajadora, suas palavras de ânimo e até o seu silêncio é capaz de pacificar a alma de um guerreiro cansado. Você sabe que o inimigo não tem dado trégua há dias e a cada golpe de espada que trocamos, pareço mais enfraquecido e ele revigorado. Confesso que gostaria de poder me esconder e chorar em silêncio, mas perdi o caminho de minhas cavernas. Neste momento meu corpo sangra e minha alma geme. Não tenho forças, não tenho ânimo e o mais perigoso: começo a duvidar se os meus objetivos realmente valem a pena. Na verdade acho que a causa é nobre - minhas maneiras é que talvez tenham se tornado desprezíveis. Luto em duras penas para manter a fé. Continuo vivo. Se algum dia estiver cruzando estes desertos, lembre-se que aqui habita um guerreiro cansado e traga-me um pouco de água. Enquanto isso vou vivendo com o que tenho. Cato meus farelos, respiro meus medos e aguardo alguém que não prometeu vir me buscar. 

Thiago Mendes

quinta-feira, 14 de novembro de 2013













Sobre o santo, o homem bom, o justo e o leal!


Dú-Chan decidiu que iria ensinar seus alunos individualmente. As perguntas eram muitas: 
“Quem é o homem santo?” “É aquele que decidiu experimentar cada segundo da vida. Para os santos, viver é precioso demais para ser desperdiçado. Por isso decidiram não dividir a vida em anos, mas em momentos”. “Quem é o homem bom?” “É aquele que entende o valor de uma semente lançada. Os homens bons não têm medo de abrir mão. Discerniram o paradoxo que diz: a melhor maneira de multiplicar é dividindo! “Quem é o homem justo?” “É aquele que decidiu não medir conforme seus interesses e suas necessidades. Este prefere a justiça que a fartura. Acredita nas leis do Universo e sabe que uma destas leis diz que da mesma maneira em que medirmos, também seremos medidos”. “Quem é o homem leal?” “É aquele que não teme o olhar. Os homens leais não se assustam com a luz dos olhos de ninguém. Portando antes de confiar em alguém, vasculhe os porões de sua alma. Mas lembre-se: os olhos são os primeiros degraus das escadas que nos conduzem a estes porões”. “E se algum dia eu conseguir me tornar santo, bom, justo e fiel, as pessoas irão me aceitar de uma maneira melhor?” “Não, elas irão cuspir em sua cara, depois te pregarão em uma cruz”! 

Thiago Mendes

Sobre sete conselhos que podem melhorar muito a sua vida!


1º A vida não é injusta, nós é que somos desorganizados. Se mudarmos nossos hábitos, tudo irá mudar! 2º É melhor tomarmos cuidado: privacidade demais pode se transformar em solidão. Portanto, não confundamos momento com isolamento! 3º Não julguemos os fracos por sua fraqueza, nem os poderosos pelos poderes que lhes foram confiados. Pessoas não devem ser conhecidas pela posição, mas pelo caráter. 4º Devemos controlar os nossos medos. Nós sempre os teremos conosco, mas se não os controlarmos, acabaremos sendo controlados por eles. 5º É sempre bom acreditarmos que as coisas estão evoluindo. Quando pensamos assim, acabamos evoluindo com elas. 6º Mantenhamos as nossas espadas sempre afiadas. Os inimigos mais perigosos são aqueles que não deixam nenhum sinal quanto à hora do ataque. 7º Que nos aliemos a pessoas que acrescentem em nossa jornada. Não podemos confundir boa ação com aceitação. Há muitos soldados infiltrados no exercito apenas porque sabem que aqui tem pão e água, mas que não estão dispostos a mover uma palha para o bem do grupo. Devemos tomar cuidado. Eles não merecem a nossa confiança!

Thiago Mendes

terça-feira, 12 de novembro de 2013

Sobre um episódio simples que me fez chorar!


No último domingo fui levar o Israel, meu filho de sete anos, para participar de uma corrida infantil. A participação dele foi ótima, ficou todo feliz e eu, orgulhoso. Mas não é sobre ele que desejo falar com vocês hoje. Lá na corrida assisti a uma cena que, sinceramente me fez chorar. Um menino de mais ou menos doze anos estava posicionado para a largada. Do lado de fora da pista o pai o assistia orgulhoso. Os olhos brilhavam cheios de expectativa para ver o filho correr. Mas quando a largada aconteceu, não sei direito o que houve, o menino desabou no chão e foi atropelado pelos outros competidores que, cheios de apetite pela medalha, nem prestaram atenção que havia um companheiro estendido ao chão. Resultado: o menino foi pisoteado e acabou ferido. Mas não chorei de dó, aquele “início de homem” já precisava mesmo ganhar umas raladas da vida. Chorei porque o pai, quando o viu caído, pulou a certa desesperado, levantou o filho, carregou para fora da pista e limpou os ferimentos. Foi aí que senti meu coração arder. O pai tinha as expectativas dele. Acreditava que o filho seria capaz. Mas o menino decepcionou. Cometeu alguma bobagem, caiu e foi atropelado. Mas o pai o buscou no chão, porque mesmo caído não deixou de ser filho. E o pai, mesmo desapontado, não deixou de ser pai. Assim também é com todos nós. Às vezes Deus coloca tanta expectativa em nós e na hora da largada acabamos caindo e decepcionando, mas ele sempre pula a cerca e vem ao nosso encontro. Porque mesmo caídos não deixamos de ser filhos. E Ele, mesmo desapontado, não deixou de ser Pai.

Thiago Mendes



Livros, contatos ou convites para palestras: (62) 3924-0250 Diário de um Soldado – edição 13/11/13 - quarta-feira. Curta: www.facebook.com/thiagomendesbrasil 

segunda-feira, 11 de novembro de 2013

Sobre como absorver as energias do Universo!


Quando o Soldado da Paz sente-se enfraquecido e desanimado, sabe que precisa usar as energias do Universo a seu favor. Para isso, já tentou de tudo: bateu no próximo rosto, deu gritos desesperados, mordeu a mão, entrou em rígidos sacrifícios, mas os resultados nunca foram satisfatórios. “Não adianta colocar vinho novo em odres velhos”, ouvira de seu Mestre. Foi aí que o guerreiro entendeu que antes de buscar novas energias, devemos reconstruir nossa estrutura espiritual e emocional. Depois disso o Soldado da Paz parte em busca de suas energias perdidas: uma longa meditação, uma boa leitura dos textos sagrados, uma conversa saudável com alguém mais experiente, pronto. O Soldado da Paz novamente tem muitos motivos para voltar ao campo e combater o seu bom combate. Está renovado, cheio de boas energias e esperançoso quanto ao resultado final de sua missão. Fez o certo: quando percebeu que o dia não seria dos melhores agiu rápido, reergueu-se e não permitiu que o desânimo crescesse em seu coração. Está ainda mais forte.

Thiago Mendes


Sobre os dons!


Senhor, muito obrigado pelos dons que confiastes a mim. Sei meu Senhor, que nenhum destes dons jamais poderá se tornar mais importante para mim do que os princípios que, juntamente com eles, estabelecestes em meu coração. Os dons que me confiastes são preciosos, mas sei que presas mais o caráter de uma pessoa do que aquilo que ela pode fazer por Ti. Ensina-me a usá-los para o bem de todos aqueles que passarem pelo meu caminho e que estes dons jamais sejam usados para promover o homem, mas a Ti, a quem eles verdadeiramente pertencem. Se em algum momento fui falho, e sei que fui, perdoe-me e que cada novo passo que eu der nesta vida, seja para honrar Teu nome. Sei que o único esforço que preciso fazer é para que a Sua vontade seja plenamente realizada em mim. Se isto acontecer, todo o resto fluirá naturalmente. Que o meu deitar e o meu levantar sejam para Ti motivos de grande alegria, oh Senhor; minha vida, minha paz, meu socorro. 

Thiago Mendes

domingo, 10 de novembro de 2013

Fotos do lançamento em Brasilia!

 Algumas fotos do lançamento do Diário de um Soldado no restaurante Carpe Diem em Brasília no último sábado (09). 


















































Sobre a coragem!

A coragem é um ato de nobreza e precisamos dela tanto para iniciar quanto para encerrar ciclos. A coragem que diz ao guerreiro: "Vá ...