quarta-feira, 31 de março de 2010

VIDA E A HISTÓRIA DE UM SOLDADO DA PAZ

Todo Soldado da Paz já teve motivos para chorar. E chorou!

Todo Soldado da Paz já pensou em desistir de tudo. Por algumas vezes desistiu sim.

Todo Soldado da Paz já mentiu, traiu, acreditou em mentiras e foi traído. E se ele passou por tudo isso e continuou acreditando, então está pronto para honrar a espada que carrega.

Todo Soldado da Paz já feriu alguém que amava e ficou sem coragem de pedir perdão.

Todo Soldado da Paz já teve medo do combate, pensou em não ir para a batalha, e de fato acabou não indo.

Todo Soldado da Paz já deixou de acreditar em tudo algum dia: em si mesmo, no valor daquilo pelo qual luta, em Deus. Sim, até em Deus o Soldado da Paz já deixou de acreditar, mas um verdadeiro Soldado da Paz é forjado assim, enfrentando os ventos e areias dos desertos. É por isso, justamente por ter enfrentado de tudo, que ele tem vencido dia-dia, as batalhas que a vida lhe propõe.

Receba meu carinho,


Thiago Mendes

terça-feira, 30 de março de 2010

A BENÇÃO DE PODER DIZER: FINALMENTE ESTOU MORTO!

Se você deseja saber o quanto lhe amam, então morra e serás amado...

Se você sofre por falta de atenção, morra e terás dezenas de pessoas chorando ao seu redor e olhando seu corpo estirado no caixão.

Se você sofre por falta de apoio, se nunca teve ajuda de ninguém, fique tranqüilo, morrendo, serás carregado até a cova da sua eternidade. Se você reclama por falta de apoio financeiro, não se preocupe, morra e pagarão a conta. Se você sente que só falam mal de você, depois de morto, dirão que você era a melhor pessoa deste mundo.

Duas lições do pensamento:

Para você que reclama atenção, crie oportunidades e faça acontecer. Cresça e apareça.

E para os que não conseguem expressar o que estão sentindo, digo que dêem logo carinho para quem precisa, para não fazer isso depois ao lado de um caixão.

Pense nisso,

Thiago Mendes

segunda-feira, 29 de março de 2010

Seis coisinhas que fazem toda a diferença em nossas vidas

Este final de semana falei em nossas igrejas e hoje, na Palavra que Cura da Rádio Primitiva, sobre Oportunidade, Dificuldade, Estratégia, Opositores,

Decisão e Recompensa. Eu falei sobre a importância destas coisas em nossa vida e aqui, de novo eu só gostaria de dizer o seguinte: quem segue os passos certos, chega a lugares certos. Tente analisar bem todos os seus atos.

Um Soldado da Paz aprendeu a compreender a vida e é por isso que aproveita tudo o que ela lhe propõe.

Pense nisso,

Thiago Mendes

sexta-feira, 26 de março de 2010

DEDICAÇÃO É O GRANDE SEGREDO

O Soldado da Paz sabe que em alguns momentos, esperar é o melhor golpe. Nem sempre o vencedor é aquele que sai brigando, dando golpes ao vento de qualquer forma. Na verdade o Soldado da Paz prudente calcula cada golpe de sua espada. Cada golpe precisa ser resultado de treinamento e dedicação. É por isso que os vencedores sempre serão aqueles que gastaram mais tempo atirando flechas, ou aqueles que conheceram o meio da noite dedicando-se ao treinamento. Um Soldado da Paz precisa aprender bem cedo que o segredo da conquista não é o talento e sim o talento unido à dedicação.

PARA A VIDA:

“Não se engane: a vida nos dá frutos exatamente da qualidade dos que aqueles que plantamos”.

Pense nisso,

Thiago Mendes

quinta-feira, 25 de março de 2010

OS FANTASMAS DE MEU SILÊNCIO


Há um momento em que a noite se silencia; enganoso silêncio é este! Enquanto o barulho dos cães que ladram se cala, os carros deixam de cruzar as ruas e avenidas, as crianças que parecem combinar de não chorar mais, as TVs – todas elas, se desligam, os pássaros se perdem em seus sonhos, os galos não cantam, quando tudo que se ouve é o barulho de um silêncio ensurdecedor, aí então – segundo o que ouvia na minha infância – os espíritos saem.

“As portas do cemitério se abrem neste momento e o perigo está à solta”, eu escutava todo arrepiado aquelas histórias. Hoje, vejo que todas elas eram realmente reais.

Esquecendo o Universo Coletivo das cidades, eu passo a olhar para dentro de mim. Quando não há o que dizer, quando não há o que fazer, quando tudo é silêncio pelas ruas e avenidas de minha alma, as assombrações do passado, dos meus medos, das lembranças antigas, dos inimigos que nunca morrem, do vazio que nos persegue, ou das frustrações que nos destruíram - estes fantasmas esperam que o silêncio venha para que deixem as suas tumbas e infernizem o nosso ser.

O que fazer quando estes fantasmas começarem a nos perseguir?

Podemos nos esconder, como eu fazia na infância. Tapar a cabeça com a coberta e deixar a manhã e seu canto chegar – demora tanto! Mas existe uma outra coisa que podemos fazer: nos levantar do nosso silêncio e enfrentar estes fantasmas. Olhar nos olhos deles e dizer que não podem mais nos tocar, pois estão mortos e enterrados nas tumbas do passado e a única coisa que os mantém vivos são as lembranças que temos deles. Se assim fizermos, eles desaparecerão, voltarão para os seus túmulos e jamais sairão de lá, a não ser que nós mesmos os desenterremos.

Pense nisso,

Thiago Mendes

terça-feira, 16 de março de 2010

Um breve reflexão sobre quem sou eu!

Leonardo reuniu os companheiros:


“Existem três tipos de pessoas que o mundo se orgulha deles”, começou.

“Os bons, os grandes e os Heróis”.

Os soldados se ajeitaram sentados à beira da fogueira e começaram:

“Os bons são aqueles que aceitam a vida como ela é e não reclamam. Os grandes são aqueles que se rebelam contra o sistema e mudam alguma coisa. Já os heróis são aqueles que motivam a história a caminhar um pouco mais!”.

PARA A VIDA:


“Não adianta ser um grande homem se não sou um bom homem”.

Thiago Mendes

segunda-feira, 15 de março de 2010

SEJA VOCÊ MESMO

Pela manhã, o discípulo foi visitar seu mestre.

- Tenho um importante problema para resolver – disse.

- Gostaria que me ajudasse, porque tenho pressa.

- Como posso ajudá-lo? Eu posso saber como me comportar diante de determinado problema, mas esta é a minha maneira de agir. Se você está procurando crescer, observe os outros, mas jamais procure agir exatamente como eles. Cada pessoa tem um caminho diferente nesta vida.

“Não nos transformamos em mestres porque sabemos repetir o que os mestres fazem, mas porque aprendemos a pensar por nós mesmos. Descubra sua própria luz, ou passará o resto da vida sendo um pálido reflexo da luz alheia”.

PARA A VIDA:

“Seja você mesmo e serás o melhor de todos os homens”.

Receba meu carinho,

Thiago Mendes

sexta-feira, 12 de março de 2010

O TEMPO E A SORTE

Um Soldado da Paz prudente entende que a vida é feita de oportunidades, mas ele sabe que o tempo e a sorte pertencem a todos, mas só crescem aqueles que aprendem há usar o tempo e não se viram contra a sua sorte.

Use o tempo a seu favor e a sorte na sua direção e se assim fizer, você sem dúvidas será bem sucedido. Um Soldado da Paz sabe a vida joga a favor daqueles que aprendem a viver.

PARA A VIDA:

“Use seu tempo para fazer o bem aos outros e a sorte para fazer o bem a você mesmo”.

Paz e bem,

Thiago Mendes

quinta-feira, 11 de março de 2010

SEJA APENAS VOCÊ MESMO, SE SERÁS PERFEITO



O rabino Zuya queria descobrir os mistérios divinos. Por isso, resolveu imitar a vida de Moisés.

Durante anos, tentou comportar-se como o profeta – sem conseguir os resultados esperados. Certa noite, exausto de tanto estudar, terminou adormecendo.

No sonho, Deus lhe apareceu:

- Por que você está tão perturbado, meu filho? – perguntou.

- Meus dias na Terra terminarão, e estou longe de chegar a ser como Moisés – respondeu Zuya.

- Se eu precisasse de outro Moisés, já o teria criado – disse Deus.

- Quando você aparecer diante de mim para o julgamento, não perguntarei porque você não foi como Moisés, mas quem você foi. Procure ser um bom Zuya.

PARA A VIDA:

"Ter boas referências é uma coisa, querer ser o outro, é outra coisa”.

Paz e bem,

Thiago Mendes

quarta-feira, 10 de março de 2010

VOLTA AO TRABALHO

A partir de amanhã voltam as postagens normais no blog.

Me perdoem, mas o tempo está realmente muito corrido.

Abraço Fraterno.

Você não merece meu perdão!

Você nem sequer me pediu perdão. Também não estou com a mínima vontade de lhe perdoar. Claro, tenho meus muitos motivos e você conhece ca...