terça-feira, 29 de abril de 2014

Sobre como lidar com a dor, a perda e o abandono!


Duro é quando a vida leva pessoas que amamos sem avisar ou explicar os seus porquês. Talvez nunca estaremos realmente preparados para a dor, a perda e o abandono. Todos nós, em algum momento, já nos sentimos fracos e incapazes diante destas situações difíceis. E quando o inevitável acontece, podemos nos esconder e sofrer calados, ou lutar para reconstruir os muros caídos. O verdadeiro Soldado da Paz se levanta e reconstrói. Sabe que encontrará opositores. Sabe que não poderá contar com muitos daqueles que se diziam seus amigos. Sabe que durante a reconstrução pensará em desistir. Mas, sobretudo, sabe que não ficará brecha que não estará devidamente fechada quando o inimigo voltar. O Soldado da Paz sofre como qualquer pessoa. Mas tem aprendido a transformar as pedras que recebe em partes importantes dos muros que tem reconstruído.


Thiago Mendes

segunda-feira, 28 de abril de 2014

Sobre a teoria da insatisfação!


Álih, o guia, e Jávier, seu aprendiz, estão tomando café. O rapaz fita o velho enquanto mastiga seu biscoito. “Porque aquilo que sonhei a vida toda deixou de ser importante quando finalmente realizei?” Álih não responde nada. Segue mastigando e fungando. As perguntas continuam. “Porque tenho medo de olhar pra mim mesmo e descobrir que não sou feliz e que minha vida é um erro? Algum dia teremos respostas que justifiquem o sofrimento? E o amor? Porque não somos capazes de controlar o mais nobre de todos os sentimentos?” O velho toma seu último gole de café e suspira: “Estude a teoria da sua insatisfação. Talvez assim, descubra que a vida é linda, que não te falta nada e que você é plenamente feliz. Até quando nos falta algo que julgamos importante, é a vida nos presenteando com alguma lição. Sobre o amor, ele não precisa ser controlado, apenas vivido”. 

Thiago Mendes

quinta-feira, 24 de abril de 2014

Sobre o sentido da vida!


Tudo parece tão vago, né? Tudo tão pouco explicado. Alguém nos colocou aqui neste mundo, outros se encarregaram de nos ensinar a viver, outros criaram leis que temos que obedecer, outros surgem do nada no meio da estrada e roubam nosso coração. Mas e o sentido, onde está? Nascemos, sofremos, nos alegramos, buscamos um sentido. “Nascemos para fazer o bem”, grita alguém engajado nas causas sociais. “Nada! Viemos por uma causa mais nobre. Temos que conduzir as ovelhas perdidas ao Reino dos Céus”, diz outro com suas convicções religiosas. “Você veio para resolver problemas, enfrente-os com coragem, supere tudo”, diz o motivador nato. “Que nada, relaxe, a vida passa muito rápido pra viver brigando consigo mesmo, tentando se superar. Você nasceu para amar”, é o que o poeta escreve durante as suas madrugadas solitárias. Algum deles estará com a razão? Sigamos adiante. Mais que respostas, buscamos sentido!

Thiago Mendes 

terça-feira, 22 de abril de 2014

Sobre como satisfazer uma alma faminta e carente!


Senhor, Tu és meu alimento, meu pão de todas as manhãs e por toda a minha vida. Se meus pés vacilam e se afastam de Ti por qualquer motivo, mesmo que seja por pouco tempo, minha alma, coitada, começa a sentir fome. Esta fome trás consigo tristeza, desânimo, solidão, vontade de sumir para um lugar que jamais saberei onde fica – mas todas as vezes que isto acontece, já aprendi: sento-me em Tua mesa farta e me alimento de Ti mesmo, meu Pai, meu Pão e meu bom Pastor. Todos os meus problemas parecem desaparecer quando estou Contigo. Sim, meu amado Senhor, Tua presença me supre, me satisfaz e afasta para longe todos os sentimentos ruins e tentam habitar meu interior. Com tudo isso, aprendi que só existe um problema para nós, Teus filhos: a separação do Senhor. Abriga-me em Teus braços, recoste-me em Teu peito, permita-me sentir Teu respirar e todos os problemas desta vida serão apenas pequenos detalhes que enfeitam o cenário da viagem. 

Thiago Mendes

segunda-feira, 21 de abril de 2014

Sobre as respostas que habitam o silêncio!


A Mulher de Fé está aprendendo a observar os detalhes mágicos que lhe cerca com mais atenção. Deixou de buscar amores distantes e tem vivido momentos extraordinários com o que ela já tem. Descobriu que, se usadas com maestria, as armas simples que possui, podem lhe levar a vitórias inacreditáveis. Descobriu que é possível ser feliz em seu mundo simples e não criará mais condições para a sua felicidade. Viverá bem com o que tem, e tudo que surgir a mais, será recheio, não sustento. A Mulher de Fé descobriu que muitas respostas que buscamos estão no silêncio que não paramos para ouvir. 

Thiago Mendes

quarta-feira, 16 de abril de 2014

Sobre flechas e decisões!


Ei, chegue mais perto. Pense comigo: você é um arqueiro. Lembre-se que cada decisão tomada, é uma flecha lançada em alguma direção. Se nós tomamos decisões erradas, estas flechas podem se voltar contra nós mesmos e causar feridas profundas. Portanto, reflita cada passo, pense também nas pessoas que lhe cerca e que são diretamente atingidas por tudo que você faz. Não haja baseado apenas nos clamores feitos pelo coração. Muitos de nós erramos por tomarmos decisões baseadas naquilo que estamos sentindo. Só o sentimento não é suficiente para que as melhores decisões sejam tomadas. Analise também as razões, os princípios, e as consequências de cada flecha que lançar ao vento.

Thiago Mendes

Sobre uma boa conversa com o senhor travesseiro!


Na noite passada, mesmo estando muito cansado, novamente demorei a dormir. A minha Fran já estava espalhada na cama navegando no mundo de seus sonhos, e eu ali, acordado, olhava para o teto. “Olá, vamos conversar?”. Meu travesseiro sempre me convidou a profundas reflexões sobre a vida e, foi ali, no silêncio de seu conforto, que melhorei em muitas áreas. “Achei que hoje você acelerou muito e, com isso, acabou passando por algumas pessoas sem percebê-las”. Respirei fundo. Era verdade, lembrei-me de cada uma delas. “Repense os seus passos, reveja suas atitudes, controle melhor suas emoções, respeite mais as pessoas e se disponha a ouvi-las mais. Nunca haja de maneira contrária à sua fé, imponha limites a si mesmo e amanhã certamente você será uma pessoa melhor”. O sono finalmente chegou. Que estas palavras me transformem em uma pessoa melhor. Preciso tanto disso. 

Thiago Mendes 

Sobre a vida e o vento!

O Soldado da Paz não sabe de onde veio, nem para onde vai. Seu passado é um mistério, o presente uma busca, e seu futuro uma incerteza. Ele sabe que está aqui por algum propósito, e enquanto busca respostas, aprecia a paisagem. Procura sentir a alma das pessoas, ver as montanhas, perceber o universo das crianças e assistir ao pôr do sol. Sabe que a vida de um guerreiro é como o vento que, sem precisar ser visto, cumpre sua missão e não para a fim de ouvir agradecimentos. Quando o vento está com muita vontade de dizer algo, ele assovia. Quando irado - sacode as árvores, como se buscando delas as respostas que gostaria de ter. Mas logo ele volta ao seu caminho. Sereno, constante e invisível. 

Thiago Mendes

segunda-feira, 7 de abril de 2014

Sobre coisas em que você precisa continuar acreditando!


Você precisa continuar acreditando em seus sonhos. Levante a cabeça, siga em frente e continue acreditando em você - mesmo que ninguém mais seja capaz disso. Claro, às vezes o caminho se torna difícil e mil coisas passam por nossas cabeças. Pensamos em desistir, procuramos justificativas para as derrotas, temos medo de ser rejeitados, nos sentimos sozinhos, sem apoio, e distantes do interesse de qualquer outra pessoa na face da terra. Mas nada disso poderá impedir que lá na frente, sejamos felizes. Lembre-se de que toda a sua vida será o resultado das escolhas que você está fazendo agora. Portanto, escolha aquilo que te fará bem, e tudo, certamente, te irá bem. 

Thiago Mendes



Curta a página do autor: www.facebook.com/thiagomendesbrasil

Sobre algo que eu disse para Deus esta manhã!


Senhor, estou cansado de pedir-Lhe para socorrer-me caído, sempre nas mesmas crateras. Sei que já estendestes as Suas boas mãos a mim por muitas e muitas vezes, mas aqui estou, sem a quem recorrer, se não a Ti, meu amado Senhor. Em mim mesmo não encontro forças nem para lutar contra minhas fraquezas, por isso, mais uma vez Lhe peço: Livra-me de tudo aquilo que me afasta de Ti. Sim, meu Senhor, livra-me inclusive de mim mesmo e destas más vontades. Sei que não nasci para agradar a mim, mas a Ti, Senhor e Rei de todas as coisas. Levanta-me, cura-me, restaura-me e, sobretudo, ajuda-me a reencontrar os Teus santos caminhos. Amem! 

Thiago Mendes

quinta-feira, 3 de abril de 2014

Sobre quando temos vontade de voar com os pássaros!


Por muitas vezes a Mulher de Fé já desejou ser mais corajosa. Quis ser capaz de abrir a janela e voar com os pássaros, de conhecer um mundo novo, e ter novas experiências – mas ela tem uma vida tão distante deste tipo de aventura, que se acha incapaz. Prefere se aventurar dentro do seu próprio mundo. Nele ela é absoluta, se permite voar, se entrega às novas experiências e é feliz. Quando sua alma se torna faminta e pede o que está lá fora, ela é incapaz até mesmo de alimentar tais pensamentos. Seus princípios não permitem. Então ela permanece onde está e sabe que será mais feliz assim. Que os pássaros voem. Que os famintos continuem comendo aquilo que jamais lhes dará verdadeiro sustento. A Mulher de Fé prefere preservar a sua alma e voar apenas em seu pedacinho de felicidade. 

Thiago Mendes

quarta-feira, 2 de abril de 2014

Sobre aqueles sonhos que deixamos para trás, sabe?


Chega um momento em que começamos a perceber que alguns dos sonhos que julgávamos mais importantes em nossas vidas não irão se realizar. O tempo passou, ficamos para trás e descobrimos que, se continuarmos acreditando neles, estaremos enganando a nós mesmos. É neste momento que temos de encontrar uma maneira de sermos felizes fazendo alguma outra coisa, e isto, jamais será fácil. Caso não sejamos capazes de nos habituar a estes novos sonhos – mais reais, viveremos frustrados para sempre. Aí está posto um grande desafio. Então, permita que novos sonhos venham e que novas pessoas se agreguem. Aceite que novos cenários brotem no horizonte de sua vida e permita-se também ser feliz com tudo isso. Novos sonhos sempre aparecem, basta esperar por eles. O verdadeiro Soldado da Paz sabe ser feliz em todos os cenários que a vida lhe propõe: os difíceis ele aceita, os ruins ele transforma. Mas é feliz em todos, porque sabe que a verdadeira felicidade não vem de fora, mas de dentro de cada um de nós! O que o tempo rouba, a vida nos ensina a viver sem.

Thiago Mendes

terça-feira, 1 de abril de 2014

Sobre o amor, o medo e a vida!


Não tenha medo de viver o amor. Eis aí o mais nobre de todos os sentimentos. Quando fugimos do amor, estamos privando a nós mesmos de experimentar esta doce experiência da vida. Amar é bom, faz bem e renova a alma. Muitos de nós fechamos as portas para o amor por causa de experiências ruins que tivemos no passado. Não olhe para trás. O amor merece uma nova chance e só você pode lhe dar. Se entregue. E isso sem medo, sem reservas e sem condições. É impossível ter uma vida plena sem que o amor esteja presente. Reeduque seu coração caso seja necessário e lembre-se: amar sempre valerá a pena!

Thiago Mendes

Sobre a vida e o momento!

Tudo nessa vida é emprestado, usual, casual, transitório, passageiro, efemeramente temporal, enfim - somos inquilinos prestes a sermos ...