sexta-feira, 15 de janeiro de 2016

Sobre aquele ponto fraco, sabe?

O Soldado da Paz conhece bem a si mesmo, e é justamente por isso que sabe que precisa manter a vigilância em todo o tempo. Ele tem lá os seus pontos fracos e, assim como o herói mitológico Aquiles da Grécia Antiga que, embora considerado invencível, tinha a sua fraqueza no calcanhar - e foi justamente pelo calcanhar que o herói grego caiu - o Soldado da Paz vasculha seus pontos fracos e procura trabalhá-los, mas nem sempre é fácil. Ele sente o peso da culpa de não ser perfeito, então seu anjo aparece: “Tudo está em seus olhos. Veja a vida com pureza e a malícia perderá força em você. Sobre tudo o que se deve guardar, guarde o coração, porque é dele que procedem as fontes da vida”, diz o guerreio celestial. O Soldado da Paz se sente melhor, mas manterá a vigilância.

sábado, 9 de janeiro de 2016

Sobre a imprudência!

De vez em quando o Soldado da Paz ouve seu anjo dizer: “Não subestime o adversário. É a sua imprudência que o faz poderoso”. Mas nem sempre o guerreiro da à atenção devida às palavras de seu protetor e quando deixa de ouvi-lo, sempre termina ferido em combate. O guerreiro só se desperta para a importância daquilo que está fazendo quando sente a espada ferindo sua carne ou sua alma. Aí, machucado, ele gasta tempo tentando se recuperar dos ferimentos, depois reinicia os treinamentos e torna ao combate, mas o processo de cura e retorno quase sempre é lento e dolorido. Aí ele se lembra de que toda dor que sentiu não teria sido necessária se tivesse ouvido o pequeno conselho de seu anjo: “Não subestime o adversário. É a sua imprudência que o faz poderoso”.

Thiago Mendes

quarta-feira, 6 de janeiro de 2016

Sobre o sal e a luz!

Fortalece-me Senhor, nesta missão. Sei que Tu mesmo capacitas e respaldas aqueles a quem Envias, mas em alguns momentos já pequei contra Ti duvidando da vocação para a qual me constituíste. Afasta de mim o cálice da vergonha e fortaleça meus punhos cansados a fim de que eu jamais me esmoreça durante o Bom Combate. Conduza meus pés para que trilhem caminhos planos. Guie meus olhos para que enxerguem a vida com bondade e misericórdia. Guie meus ouvidos a fim de que eu ouça os gemidos daqueles que esperam por socorro. Guie meus lábios para que eu tenha sempre uma palavra de alento àqueles que sofrem as angústias desta vida. Que eu viva todos os meus dias para ser o sal e a luz que me ordenastes ser. Amem.

Sobre a coragem!

A coragem é um ato de nobreza e precisamos dela tanto para iniciar quanto para encerrar ciclos. A coragem que diz ao guerreiro: "Vá ...