terça-feira, 30 de dezembro de 2008

QUANDO EU OLHO PARA O FUTURO...


Quando eu olho para o futuro vejo paz, pois assim estarei preparado para vive-la na íntegra...


Quando olho para o futuro vejo prosperidade, pois meus olhos não nasceram para ser mesquinhos...


Quando olho para o novo ano vejo a capacidade de causar grandes transformações, pois se assim o for, quão grande transformação ocorrerá...


Quando olho para o meu amanhã, vejo alegria, fé, conquistas e muita esperança.


Veja a vida assim e é desta forma que ela se processará!


Abraço Fraterno,

Hoje é 30 e deembro...
Thiago Mendes

sábado, 27 de dezembro de 2008

Homens e Ratos




Uma reflexão sobre o processo político em Bela Vista de Goiás


É muito difícil. Sim, é muito difícil discernir o quase indiscernível; é o mesmo que ter de separar a junta da medula, o joio do trigo. É tão difícil saber quem é homem e quem é rato que o próprio gato se embaraça e se complica no processo. Homens e ratos possuem ganâncias extremamente semelhantes, fazem tudo para conseguir o pão da sobrevivência, dão golpes baixos, atacam a noite. A Justiça é o bichano que tenta prender o Rato para dar sossego ao Homem, mais o rato veste-se de homem e confunde o gato.
O gato tenta farejar as evidências, mais tudo que consegue é encontrar uma ratoeira vazia com o queijo já levado, e esta mesma ratoeira espertamente desarmada. Ninguém sabe quem comeu o queijo: se o rato, se o homem, ou se até o gato fez uma boquinha no meio da noite.
Os moradores da casa esperam uma resposta; não querem ser governados por homens-ratazanas nem muito menos por ratazanas-humanizadas. Ninguém sabe de que lado o gato está. Se do lado do rato, do homem, ou apenas do seu lado “dês-ladeado”. O medo de todos é que alguém seja tido como rato sendo este um bom homem; e por outro lado, coisa terrível seria soltar um rato na prefeitura por quatro anos, visto que no passado alguns por lá já estiveram – lembre-se: homem anda com homem, e rato anda com rato.
Se é melhor deixar um criminoso livre que aprisionar um inocente, então digo apenas que aqui a ninguém julgo, julgo apenas o processo político que por si se suja por completo. Mais sinceramente o meu medo é que a ratoeira esteja armada definitivamente para o povo belavistense – que Deus não permita tal mau. Tudo que queremos são ratos presos, bons gatos na vigia e ótimos homens no poder.

Pense nisso,

Thiago Mendes

www.soldadodapaz.com.br

Críticas e sujestões: soldadodapazsp@hotmail.com

segunda-feira, 22 de dezembro de 2008

PARE E PENSE




"A mente de um homem é como uma montanha; alta, forte e gloriosa. A mente de um sonhador é como o homem que está em cima desta montanha; que pode escalá-la, desafiar sua força e olhar sob seus horizontes" - O pastor de Zoar - 2007.




"O silêncio é o grito extridente do coração ferido" - Artigo - Homens e Ratos - Thiago Mendes - 2007.




"Todos nós somos pessoas extremamente tristes e extremamente felizes, basta escolher com qual realidade desejamos viver" - Transformando dúvidas em favos de mel - Thiago Mendes - 2007.




"A vida não tem a obrigação de nos fazer pessoas felizes; ela só nos entrega o dom de viver e a felicidade deve ser procurada e cultivada por cada um de nós". - O pastor de Zoar - 2007.




"Todos os homens nascem guerreiros, mais o tempo faz com que alguns destes homens se tornem covardes e deixem de lutar" - Soldado da Paz - 2006.






Pegue o que lhe for útil...




Abraço Fraterno e agora só volto a postar no dia 5 de janeiro.






Com todo carinho,




Thiago Mendes

sábado, 20 de dezembro de 2008

SOBRE O QUE COMPÕE A NOSSA ALMA




A maneira como enxergamos o mundo, é apenas o reflexo do que é a nossa alma.

A tempestade de fora, é só o sinal dos raios e trovões que estão dentro de nós. Quando o canto dos pássaros se torna desafinado é sinal que estamos desafinados com a Melodia o Universo.

Quando o estar doce o outro amarga minha alegria, quão amarga está a minha alma.

Viver é como andar de bicicleta; exige equilíbrio, concentração e sempre começa com a primeira pedalada. No barco, começamos com o primeiro remo; no carro, com a primeira partida – com a primeira marcha; no amor, com o primeiro beijo; na fé, com o primeiro desafio; na batalha, com o primeiro golpe.

Tenha uma alma doce e não apenas o primeiro, mais tudo que você fizer será doce.

Receba meu carinho adocicado.

Na fé,




Thiago Mendes

sexta-feira, 19 de dezembro de 2008

PARA ALGUMAS COISAS SIMPLESMENTE NÃO HÁ RESPOSTA


Quando Moisés subiu aos céus para escrever determinada parte da Bíblia, o Todo Poderoso pediu para que desenhasse pequenas coroas em cima de algumas letras da Tora.
Moisés disse:
“Criador do Universo, por que colocar estas coroas?”.
“Porque daqui a cem gerações, um homem chamado Akiva irá interpretar o verdadeiro significado destes desenhos”.
“Mostre-me a interpretação deste homem”, pediu Moisés.
O Senhor levou Moisés ao futuro e colocou-o numa das aulas do rabino Akiva. Um aluno perguntava:
“Rabino, por que estas coroas desenhadas em cima de algumas letras?”.
“Não sei”, respondeu Akiva. “E acredito que nem Moisés sabia. Mas como ele era o maior de todos os profetas, fez isto apenas para nos ensinar que, mesmo sem compreender tudo que o Senhor faz, ainda assim devemos fazer o que nos pede”.
E Moisés pediu perdão ao Senhor.

quinta-feira, 18 de dezembro de 2008

O QUE É MAIS DIFÍCIL: DESVENDAR OS MISTÉRIOS DA VIDA OU OS DA MORTE?


Algumas pessoas famosas escreveram a sua idéia sobre a vida e a morte; segue algumas destas falas...
"Quando eu descobrir o que veio antes - a galinha ou o ovo -, tentarei voltar para dizer a todo mundo" (J. Armstrong).
"Estou morrendo da mesma maneira que vivi - além de minhas posses" (Oscar Wilde).
"Prefiro ir para o inferno, onde vou ter a companhia de papas, reis e príncipes; o Céu só tem mendigo" (Maquiavel).
"Pratique a morte; você vai ter que experimentá-la um dia" (Platão).
"Filosofia é o estudo da melhor maneira de aceitar o fim" (Montaigne).
"Depois de reinar por cinqüenta anos, resolvi contar os dias felizes que tive: foram 14. Não valeu a pena tanto esforço" (Abd al-Rahman).
"Quando vemos o anjo de morte de longe, ele é horrível; mas de perto, ele é belíssimo" (antigo texto muçulmano).
E para você o que é a vida? O que é a morte? O que foi o início e o que pensa em relação ao fim?

Deixe seu comentário respondendo a estas perguntas. Será muito importante.
O QUE É MAIS DIFÍCIL: DESVENDAR OS MISTÉRIOS DA VIDA OU OS DA MORTE?

Abraço Fraterno,

Thiago Mendes

quarta-feira, 17 de dezembro de 2008

CÉU OU INFERNO? ONDE VOCÊ TEM VIVIDO?




Maria acordou cedo:
"O mundo está lá fora e não posso fazer parte dele. Há uma vida acontecendo e não há nenhuma vaga para que eu me inclua. Existe alguém à minha procura, mais estou distante demais para que ele me veja. Gostaria de caminhar pelo bosque, ver as flores, alimentar os pombos, mais infelizmente a chuva é forte demais para que me permita chegar até lá, as flores devem estar tristes pela chuva e os pombos molhados e sem vida. É melhor ficar aqui e esperar que o mundo gire, que alguém me inclua, que o amor da minha vida escale o prédio, que a chuva passe e que os pombos sequem".
Do outro lado da cidade, Dináh se arrumava para sair:
"Existe uma vida lá fora e eu preciso fazer parte dela. Há uma vida acontecendo e eu sei que tem lugar para mim. Existe alguém à minha procura e eu preciso encontrá-lo antes que ele me encontre, talvez esteja no bosque, correrei até lá, alimentarei os pombos, observarei a beleza das flores molhadas e quero ver tudo isso antes que a chuva passe".

Em qual desses Universos você está vivendo?
Nós é que contruímos um inferno ou um paraíso para nós mesmos. Espero que você construa um belo palácio e nos convide para jantar.
Abraço Fraterno,
Thiago Mendes

terça-feira, 16 de dezembro de 2008

Você tem mais coragem que um rato?



Coragem não está relacionada com força física ou capacidade de lutar; coragem é coragem e ponto final.
Conta-se certa história...


"Um rato vivia deprimido com medo do gato. Um sábio teve pena dele, e transformou-o em gato. Mas aí ele ficou com medo de cachorro; o sábio transformou-o em cachorro. Então ele começou a temer o tigre; e o sábio, paciente como sempre, usou sua sabedoria para transformá-lo em tigre. A partir daí, ele passou a temer o caçador. O sábio desistiu e transformou-o novamente em um rato, dizendo: "nada do que eu fizer irá ajudá-lo, porque você jamais entendeu seu crescimento; continua com a mesma coragem de um rato".


Se você tem força de um rato, de gato, cão ou tigre, isso pouco importa, pois o que mais vale é ter coragem. Seja quem for, seja o que for...É melhor enfrentar de frente, e um bom Soldado da Paz sabe muito bem disso...

Com coragem e carinho,



Thiago Mendes

segunda-feira, 15 de dezembro de 2008

SEMENTES E ABROLHOS - UMA REFLEXÃO PARA A VIDA! LEIA E COMENTE!



"Em cada boa impressão que causamos, um novo inimigo se levanta".
Não é por causa disso que preciso parar de causar boas impressões!

"Em cada sorriso que me vem à face, a certeza da ira acendida em algum coração invejoso".
Que eles morram de inveja, pois jamais irão ofuscar o bilho do meu sorriso!
"Em cada vitória que construo, um novo derrotado se manifesta"
Que eles se manifestem, pois jamais irei parar de lutar pela vitória!
"Em cada novo Sol que ilumina a face de meu mundo, alguém tenta apagar a minha luz"
Eu não me importo, minha luz vem lá do alto e quem tenta apagar a luz dos outros, vive lá em baixo.

Construa sua felicidade, não tente roubar a de ninguém. Tente experimentar o gosto do hoje e não ouse viver o amanhã enquanto ele também não for o presente. Ame a vida e deteste o mau, respeie a todos e dê a eles o que espera para você, plante boas sementes na certeza plena de que todas - cada uma delas, serão colhidas e jamais se esqueça: a colheita é sempre mais intensa que a semente que fora plantada.
Receba meu carinho, e um beijão,


Thiago Mendes

sexta-feira, 12 de dezembro de 2008

PEQUENAS COISAS FAZEM GRANDES DIFERENÇAS



Os nossos olhos estão sempre voltados para os grandes realizadores: artistas famosos, empresários multinacionais, líderes que mobilizam massas.
Mas, se perguntarmos a qualquer um deles como conseguiram chegar ao topo, uma parte da resposta será: "eu prestei atenção nas coisas pequenas".
C. Lobo lembra um mito nórdico a respeito: quando o príncipe Balder nasceu, um profeta disse a sua mãe que ele morreria ainda criança. Desesperada, ela implorou a todos os reinos, forças e elementos, que poupassem seu filho. Todos concordaram.
Ao voltar para casa, viu um pequeno cogumelo - mas não lhe pediu nada, porque lhe parecia insignificante. Foi este cogumelo venenoso que o menino Balder comeu.
Célia Lobo - carta

quinta-feira, 11 de dezembro de 2008

SOBRE A FÉ



Nenhum soldado pode lutar sem entender o verdadeiro sentido da palavra fé, é por isso que Leonardo sentou todos eles para contar-lhes a seguinte história:

Contam que um alpinista, desesperado por conquistar uma altíssima montanha, iniciou sua escalada depois de anos de preparação. Como queira a glória só pra si, resolveu subir sem companheiros.
Durante a subida, foi ficando mais tarde e mais tarde e ele, para ganhar tempo, decidiu não acampar, sendo que continuou subindo... e, por fim, ficou escuro.
A noite era muito densa naquela ponto da montanha, e não se podia ver absolutamente nada. Tudo era trevas, visibilidade zero, a lua e as estrelas estavam encobertas pelas nuvens.
Ao subir por um caminho estreito, a poucos metros do topo, escorregou e precipitou-se pelos ares, caindo a uma velocidade vertiginosa.
Naqueles breves segundos da sua queda, sua vida passava-lhe inteira à sua frente. Quando a morte já lhe era certa, de repente, um fortíssimo solavanco... causado pelo esticar da corda à qual estava amarrado e que, por sorte, prendera-se às rochas.
Nesse momento de solidão, suspenso no ar, não havia nada que pudesse fazer, senão pedir socorro aos céus: - Meus Deus, ajude-me!
De repente, uma voz vinda dos céus lhe pergunta: - Que queres que eu te faça?
- Salva-me, meu Deus! Respondeu o alpinista.- Crês realmente que Eu posso salva-lo?- Sim, Senhor, eu creio.- Então, corta a corda!
Depois de um profundo momento de silêncio, o alpinista agarrou-se ainda mais à corda.
- Porque duvidas... não crês que eu posso salvá-lo? Insistiu a voz. – Se creres, verás a glória de Deus.
Conta a equipe de resgate que, no outro dia, encontraram o alpinista morto, congelado, com as mãos firmemente agarradas à corda... a apenas dois metros do chão.


quarta-feira, 10 de dezembro de 2008

COMENTEM OS TEXTOS LIDOS, AMADOS!

A ARTE DE PRATICAR O VERDADEIRO TREINAMENTO


Os Soldados da Paz vão para o campo. O milho acabou de ser plantado. Obedecendo ao comando de Leonardo, pulam por cima dos locais onde as sementes foram colocadas.
Todos os dias os Soldados da Paz voltam para o campo. A semente se transforma em broto, e eles saltam por cima. O broto se transforma em uma pequena planta, e eles saltam por cima.
Não se aborrecem. Não acham que é perda de tempo.
O milho cresce, e os saltos se tornam cada vez mais altos. Assim - quando a planta está madura - os soldados ainda conseguem saltar sobre ela. Por que? Porque conhecem bem seu obstáculo.
Mas existe gente que não age assim: quando o problema é pequeno, não dão importância; e quando o problema cresce, sentem-se incapazes de superá-lo.
Vamos juntos...

segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

O ATEU E O ESPIRITUALISTA



“Os homens estão sempre tentando convencer os outros, mas jamais estão convencidos de suas próprias idéias” disse Tufiq ao discípulo. E contou a seguinte história:


“Numa cidade da Pérsia viviam dois sábios, respeitados por todos. Um deles era ateu, o outro espiritualista”.
“Um dia, a população organizou um debate entre os dois. No meio da praça, os sábios discutiram do nascer do sol ao entardecer. Cada um defendeu seu ponto de vista”.
“No final do debate, os dois voltaram para casa. Com a cidade já às escuras, o ateu foi até o altar do templo, ajoelhou-se, e pediu perdão a Deus por seus erros passados. Nesta mesma noite, o espiritualista acendeu uma fogueira no quintal e queimou todos os seus livros, convencido de que não existia mundo espiritual.


Acredite naquilo que você defende!

Sobre o perdão




Segue a tal história....

Certa vez um rabino, Abba Moisés, foi chamado para um concílio. Era para julgar a falha de um homem. O rabino foi à reunião carregando uma jarra cheia de água, porém com um buraco no fundo. Quando o viram, perguntaram "Ó rabino, que é isso"? O velho rabino falou "Meus pecados derramam por trás de mim e eu não os vejo. E hoje vim julgar os erros de outro." Quando os outros ouviram, perdoaram o homem.
O que é o perdão?
Perdoar, é lançar ao mar.
Perdoar é deixar a infração do outro mergulhar com o Sol;
Perdoar é jogar a mágoa para cima e deixar o vento levá-la;
Perdoar é olhar para nós mesmo e ver o quanto já fomos perdoados por coisas até mais graves;
Perdoar é se colocar no lugar do outro e se humilhar pelo mesmo perdão;
Perdoar é olhar para a Cruz e nos imaginar sem o perdão de tudo que lá aconteceu...
Antes de pensar, perdoe.
Por favor, entenda que a mágoa é um peso grande demais para ser carregado por qualquer um de nós.
Em Cristo, que nos amou bem antes,



Thiago Mendes


sexta-feira, 5 de dezembro de 2008

Eli e seus filhos continuam vivos como nunca!


O profeta Eli, seus filhos e seguidores não param de agir. Assim como expulsam a glória de Deus na antiguidade realizando suas práticas medíocres fundamentadas e justificadas pelo véu da religião, ainda agora continuam da mesma forma e com o mesmo agir. Acreditam que por serem profetas não necessitam mais do Deus das profecias. Eli se esqueceu que é necessário ouvir a Deus e está tão desacostumado com a oração, que quando encontra uma pobre estéril desejosa de encontrar em Deus o caminho da gravidez, acaba confundindo clamor ardente com o resultado de água ardente.
E neste cenário horrível, nasce o filho do clamor, o filho da embriagueis ardente, nasce o Samuel que de menino já tem atitude de profeta refinado. O derramar do novo, desqualifica o permanecer do velho. A chegada no novo, torna o antigo antiteticamente desnecessário.
Mais vale a sabedoria do menino profeta que depende de revelação, que a experiência expressamente ensurdecedora do profeta amanhecidamente velho.

Mais vale uma pequena nuvem repleta de chuva que um Céu inteiro coberto de fumaça.

A nuvem se derrama, a fumaça passa.

Quem lê entenda...e acautelai-vos deles...

Thiago Mendes

O QUE É O SOFRIMENTO?


Sofrimento é o espinho do caminho errado que tomamos ontem a noite;

Sofrimento é a parte apimentada da boa comida feita pela avó cozinheira;

Sofrimento é a lágrima do hoje que serve para regar a boa terra amanhã logo pela manhã;

Sofrimento é a nuvem que cobre o Céu agora, para mandar chuva logo mais;

Sofrimento é a parte do filme onde o mocinho quase cai, mais heroicamente é salvo à beira da morte;

Sofrimento é o sabonete nos olhos que também serve para lavar a sujeira dos pés;

Sofrimento é ter que ler tudo isso para aprender que Sofrimento é apenas o outro lado do Rio...Quer um conselho? Não passe por lá!


Pense nisso...

Nele, que sofreu tudo, para que sofressemos o mínimo,


Thiago Mendes

segunda-feira, 1 de dezembro de 2008

PRUDÊNCIA E SABEDORIA: COISAS QUE A VIDA NOS PEDE


Um bom Soldado da Paz, precisa entender a necessidade de viver de forma sábia e prudente. Existe uma longa jornada entre o Soldado Sábio e o Soldado tolo, entre o enlouquecido e o prudente. O tolo, age conforme seu coração lhe pede, o sábio analiza o sentir do coração com o maquinar da mente; o tolo corre feito louco para alcançar o inimigo, o sábio entra pelos caminhos mais curtos para o atacar; o tolo usa armas, o sábio usa a sabedoria.

A arma mais perigosa que se pode ter, está dentro de nós.

Sobre a vida e o momento!

Tudo nessa vida é emprestado, usual, casual, transitório, passageiro, efemeramente temporal, enfim - somos inquilinos prestes a sermos ...