segunda-feira, 31 de março de 2014

Sobre manter a honra!


É melhor perder a batalha que perder a honra. Já vi guerreiros que se levantaram dos escombros e reverteram o resultado de combates que estavam praticamente perdidos, mas a honra é como um vaso precioso: se quebrado, pode ser colados, mas jamais será o mesmo. Não vale a pena negociar a honra a fim de vencer nenhum combate. O Soldado da Paz recua todas as vezes que percebe que precisará abrir mão de algum princípio para vencer. Mais vale um perdedor honrado que um vencedor manchado. 

Sobre o destino e as pegadas na areia!

Quando o homem vem ao mundo, suas mãos estão sempre fechadas, como se quisesse dizer: o mundo inteiro é meu e conseguirei dominá-lo! Mas quando o homem parte deste mundo, suas mãos estão sempre abertas, como se quisesse dizer: não tenho nada em meu poder. Tudo o que posso levar são minhas lembranças, tudo o que posso deixar são meus exemplos. Nada por aqui é nosso, a não ser as pegadas que cada um de nós deixamos nas areias incertas desta vida. É melhor viver com humildade, amor e gratidão a cada segundo que passamos por aqui. Lembre-se: Não somos donos de nada, nem mesmo do nosso próprio destino. A vida é mais leve para aqueles que sabem não possuir nada. 

Thiago Mendes

domingo, 30 de março de 2014

Thiago Mendes fala para casais em Piracanjuba!

No último sábado, (29), o escritor Thiago Mendes esteve na cidade de Piracanjuba onde ministrou para casais. O evento foi organizado pela Igreja Pentecostal da Promessa e contou com a participação de dezenas de casais da cidade, inclusive de vários pastores. Além de Thiago Mendes e sua esposa Fran, a festa contou com a boa música do cantor Ronny Eterno e Banda. Uma noite muito especial que uniu romantismo, aprendizado e muita comida. No próximo sábado Thiago Mendes estará em Trindade, na Igreja Assembléia de Deus Central.











































quinta-feira, 27 de março de 2014

Sobre o doce desafio de ser feliz!


O Soldado da Paz aprendeu a não medir sua felicidade por aquilo que possui. Ele sabe que sempre faltará algo à sua alma incerta e confusa, portanto é melhor aprender a se realizar com aquilo que a vida, generosamente, decidiu lhe dar. O guerreiro entendeu que até a felicidade tem as suas imperfeições. Ele sabe que ser feliz será sempre um grande desafio. Não valem justificativas por não alcançá-la. Não vale procurar culpados por sua ausência. O Soldado da Paz sabe que tendo quase tudo ou muito pouco, a felicidade será sempre daqueles que decidiram semeá-la, cultivá-la e distribuí-la. Ser feliz é o mais doce de todos os desafios! 

Thiago Mendes

Sobre quando o inimigo atinge a nossa motivação!


De vez em quando o arqueiro olha à sua volta e não consegue enxergar motivação para continuar lançando suas flechas. Sente que sua evolução pessoal é lenta, as pessoas que se admiravam com sua precisão já se acostumaram a ela, não param mais para aplaudi-la, e ele treina a espera um inimigo que parece nem mesmo existir. Desmotivado, ele deixa o arco com as poucas flechas ao chão e parte sem rumo. Depois de ter caminhado sem direção por algumas horas, seu anjo aparece e começa caminhar ao seu lado. “Você estava tão preocupado com a precisão de suas flechas que acabou se esquecendo de se defender”, diz. “O inimigo atingiu uma parte importante de sua missão: a motivação. Lembre-se de que todas as vezes em que se sentir desmotivado, isto significa que o inimigo te atingiu em alguma área. Vigie mais. Agora volte ao seu posto. Você não precisa de aplausos nem de reconhecimento. Nada nos recompensa mais que a consciência tranquila de que estamos fazendo aquilo que nascemos para fazer”. Neste momento o arqueiro da meia volta. Aprendeu que jamais estará em paz, se não estiver em seu devido lugar. 

Thiago Mendes

terça-feira, 25 de março de 2014

Sobre uma oração que pode mudar as nossas vidas!


Este texto é uma oração de K. Gibran, escrita na Sexta-Feira Santa. Como achei linda, decidi compartilhar com vocês aqui na coluna. Ele diz: “Tu és sobre a cruz manchada de sangue o mais poderoso de todos os reis. Tu és, na agonia de Tua morte, mais temível que mil generais e mil exércitos. Tu és, em Tua melancolia, mais alegre que a primavera com suas flores. Tu és, em Tuas dores, mais sereno que os anjos em seu paraíso. Tu és, na mão dos carrascos, mais livre que a luz do sol. A coroa de espinhos na Tua cabeça é mais formosa e mais augusta que a coroa de um governante; e o cravo na palma de Tua mão é mais imponente que o cetro dos soberanos. Perdoam, pois, estes fracos que se lamentam sobre ti, em vez de se lamentarem sobre si mesmos; perdoa porque não sabem que venceste”. Que estas verdades sejam latentes em nossas almas.

Thiago Mendes

segunda-feira, 24 de março de 2014

Sobre vencer a ansiedade para repousar a alma!


A Mulher de Fé aprendeu a esperar os seus momentos. Tem conseguido dominar a ansiedade, descobriu a importância de respirar fundo, refletir sobre cada ato e só depois falar ou agir. Ela já machucou pessoas amadas por precipitar-se e não deseja cometer este erro outra vez. Quando sua alma se sente aflita e ansiosa, ela sai para cuidar do seu jardim, permite-se mergulhar em alguma cantiga de sua infância - e a cantarola, numa mistura de resmungos com letras inventadas, faz uma prece, e pronto: seu coração se aquieta, sua alma repousa e seu espírito encontra um lugar de descanso. A Mulher de Fé descobriu que todas as vezes que agirmos de maneira precipitada, alguém se ferirá. 

Thiago Mendes

quarta-feira, 19 de março de 2014

Sobre perguntas que poderiam esperar um pouquinho mais!


Esta semana o Emanuel, meu filhinho que está prestes a completar três anos, me procurou com cara de quem tinha algo sério para resolver comigo: “Pai, de onde eu vim?”, ele perguntou com aqueles seus olhinhos curiosos, inocentes e cheios de doçura. “Hummm”, pensei. “Já?”. É. Já! Respirei fundo: “Foi incrível aquele dia”, eu disse em tom teatral. “Estávamos todos sentados aqui no sofá de casa vendo televisão. De repente a campainha tocou. Fui até a porta e havia um anjo com uma caixa nas mãos”. Neste momento os olhinhos dele brilhavam. “O anjo me entregou a caixa e se foi. Quando abri, sabe quem estava lá dentro?” Ele sorri e fala alto: “Manu!”. Caímos na risada. Por enquanto tudo bem. Está aí. Todos nós temos perguntas, até quem poderia esperar um pouquinho mais.

Thiago Mendes 

terça-feira, 18 de março de 2014

Sobre o erro, a queda e a fé!


Todo Soldado da Paz tem uma fraqueza pessoal. Todo Soldado da Paz mantém escondida uma arma que jamais usou. Todo Soldado da Paz já esperou um milagre que não recebeu, e já recebeu um milagre que não estava esperando. Todo Soldado da Paz já exagerou e chorou por algo que não valia suas lágrimas. Todo Soldado da Paz já se sentiu inútil e menor que sua missão. Mas ele segue adiante. Caindo, se levantando, aprendendo com os erros e fazendo de tudo para não errar mais. O Soldado da Paz sabe que para quem tem fé, a palavra desistência jamais existirá. 

segunda-feira, 17 de março de 2014

Sobre um sonho que renovou a minha armadura!


Na noite passada sonhei com um homem que eu jamais vi. Ele usava roupas simples e tinha olhos vivos. O desconhecido olhou-me de forma penetrante: “Siga em frente nobre guerreiro”, disse. “Naquilo que Deus te deu, o inimigo não pode tocar. Continue levando sua espada, distribuindo suas bênçãos e trazendo palavras de ânimo àqueles que, mesmo distantes, aguardam de bom coração a porção que tens distribuído a cada um. Não ouse achar que é inútil. Obras permanentes geralmente são mesmo invisíveis. Tente voltar às suas primeiras motivações. Elas eram mais infantis, tecnicamente menos preparadas, os golpes eram mesmo desajeitados, mas tudo era mais sincero e menos mecânico. Ah, como aquelas palavras simples fizeram bem! Sei que as coisas mudaram, sua responsabilidade aumentou muito, mas jamais deixe que isso direcione seu coração. Faça apenas aquilo que sabe ser necessário fazer. Lá no final, você certamente dirá: combati o bom combate, completei a carreira e guardei a fé”. Quando o sonho terminou, senti que minha armadura estava renovada. Espero que estas palavras renovem também a sua. 

Thiago Mendes

domingo, 16 de março de 2014

Thiago Mendes prega na sede do Ministério Geração Eleita em Goiânia!


O pastor e escritor Thiago Mendes esteve neste domingo, (16), na sede do Ministério Geração Eleita no Jardim América em Goiânia. Com a igreja completamente lotada e uma ministração forte da Palavra de Deus, Thiago Mendes falou sobre recomeço. “É no campo que recomeçamos. Não adianta abaixar a cabeça e murmurar. Colhemos quando, mesmo nas dificuldades, levantamos nossas cabeças e partimos para a seara”, disse. Ouve um profundo quebrantamento na reunião, e após o culto, Thiago Mendes, que é o escritor mais lido no Centro-Oeste do Brasil na atualidade, assinou livros e tirou fotos com leitores. Esta semana tem agenda extensa em Mozarlândia, na sexta-feira, (21), em palestra com professores da cidade, e no sábado, (22), em Aruanã, também com professores.

Curta: www.facebook.com/thiagomendesbrasil