sábado, 29 de maio de 2021

Vida leve!

Você precisa de um pouco de paz. Precisa sorrir até chorar, falar um pouco de besteira com gente divertida e fazer novas amizades. Você já tentou, se esforçou, já fez tudo o que podia, então é momento de entender algo: muitos milagres surgem do descanso. Muitas respostas habitam o silêncio. Muitos dos movimentos do Universo se dão nos momentos da nossa quietude. Pare, espere, descanse, reflita, confie, se divirta. Acredite: com a vida leve, fica mais fácil voar.

Thiago Mendes

A vida que resta!

Você tinha sonhos, poderia ter escolhido viajar o mundo, ter feito testes para atriz, ou se isolado do mundo e enfiado a cara nos estudos, ter ido morar sozinha no exterior – sei lá: ter namorado um ricaço, virado madame, conhecido lugares, hotéis, restaurante e pessoas incríveis; mudado para a praia e montado uma barraca de coco – literalmente qualquer coisa; mas você escolheu amá-lo, se entregou, se afastou do resto e agora percebe que sua vida está toda em torno de uma pessoa e ela não é você. E o pior: tudo o que faz não agrada, é insuficiente e sua presença parece incomodar. Bem, o mundo continua tendo lugares e pessoas incríveis, aquela vontade excitante de viver uma aventura segue aí, mas os anos e as circunstâncias tornaram tudo muito mais difícil. “Às vezes a vida que nos resta é a vida que temos”, pensa enquanto sente a água quente do chuveiro cair sobre seu corpo nu. Irá vestir a mesma roupa de dormir, preparar alguma coisa simples para comer, voltar ao sofá e sentar-se silenciosamente ao lado desse estranho com quem decidiu passar a maioria dos seus anos. “Às vezes a vida que nos resta é a vida que temos”.

Thiago Mendes

domingo, 23 de maio de 2021

A prece da família!

Abençoe as nossas famílias, Senhor. Que sobre cada lar prevaleça a Tua paz, amor e harmonia. Retire do nosso meio toda discórdia e que as palavras de ofensa sejam substituídas por respeito, cuidado e honra. Livrai-nos dos vícios, da violência e de toda enganação do inimigo.  Que nunca nos falte fé, persistência, humildade e entusiasmo. Que as famílias, amado Senhor, sejam unidas e amorosas; abençoadas e fervorosas; curadas e restauradas. O pão nosso de cada dia nos dai hoje. Amém.

Thiago Mendes

terça-feira, 18 de maio de 2021

O sucesso!

Não espere por cenários perfeitos. Comece do jeito que der. Improvise, seja criativo, use as ferramentas e as condições que lhe forem possíveis, aprenda praticando e estudando os erros de quem começou primeiro; que cessem as desculpas e os discursos que dizem: “ninguém acredita em mim”, ou: “ninguém se dispôs a me ajudar”. A caminhada é sua. Acredite você. Se inspire, se entusiasme, coloque Deus na frente, comece a gerar os mínimos resultados e não lhe faltarão apoiadores. Trabalhe com garra, honestidade, humildade, otimismo e queira, de verdade, entregar sempre o melhor. Pode ter certeza: não vai dar erro.  

Thiago Mendes    

domingo, 16 de maio de 2021

A tristeza!

Você não precisa estar bem, sorridente e solidária sempre. Às vezes a gente só quer o nosso canto, um pouco de silêncio, solidão e “espaço”. Em dias assim os psicólogos de plantão geralmente trazem seus diagnósticos: “É depressão”, diz o mais audacioso. “Está acontecendo cada vez com mais frequência”, pondera outro sem questionar o primeiro. “Isso é falta de Deus”, sugere o mais espiritualizado em tom inquestionável enquanto se levanta para partir. Mas você sabe o que está sentindo: uma saudade melancólica de um passado que não volta mais, uma reflexão dolorosa de pessoas em quem investiu tanto de si e hoje não passam de quase estranhos, os sonhos que foram inevitavelmente engolidos pelo tempo, enfim: “não deve ser depressão, a frequência segue a mesma e Deus estará sempre comigo”, diz para si enquanto ensaia uma reação. Logo estará bem, sorridente e solidária novamente.

Thiago Mendes


sexta-feira, 14 de maio de 2021

Aceitação!

Finjo que não doeu, mas doeu. Finjo que já passou, que não me importo, que está tudo bem, mas não está. Meus dias alternam entre aceitação e revolta declarada; perdão e revanche; gratidão e ódio. Não sei como me relacionar com a dualidade de tantos sentimentos que, quase mutuamente, me arrastam do Paraíso ao Hades; da plenitude ao vazio. Sei que vai passar. Sei que seguirá doendo por um tempo, até que os gritos se tornem ecos, sussurros, e, finalmente, silêncio.

Thiago Mendes

quarta-feira, 12 de maio de 2021

Saudades!

 

Eu sinto saudades de você. Saudades daquela sua cara lerda que misturava mistério e ternura; intimidade e segurança... Saudades daqueles momentos só nossos - espalhados na cama em silêncio apenas curtindo a presença um do outro, ou falando sobre coisas sem sentido, outras vezes fazendo planos de um futuro que, sei que é estranho dizer isso, mas acho que talvez tenhamos alcançado rápido demais. Os nossos sonhos tornaram-se realidade e isso parece ter, de alguma maneira, nos afastado um do outro. Sei que hoje temos bem mais do que imaginamos, que está feliz com o caminho que construiu, enfim. Você segue irresistivelmente bela, empoderada, segura, e gosto de vê-la assim. Mas sinto saudades. Das ideias mirabolantes, das besteiras que ainda comíamos e “falávamos”, dos meus gritos que misturavam impaciência e amor de “anda logo pelo amor de Deus”, em suas eternas maquiagens. Tornamo-nos prósperos e técnicos. Íntimos e frios. Me desculpe. Escrevi apenas para dizer que sinto saudades de você.

Thiago Mendes

domingo, 9 de maio de 2021

Perto está o Senhor!

 

Não tem sido nada fácil, Senhor. Tenho, confesso, flertado continuamente com a desistência. Flutuo entre relances de: ‘‘Existe uma missão, Tu não permites cargas para além de nossas forças e Estás comigo em todos os momentos” com: “Vou tirar estas malditas capas de herói, declarar desistência e reconhecer minha humanidade”. Sim, Senhor, eu já passei por outros momentos quase tão difíceis quanto este, mas naquela época, Tu sabes, eu estava mais entusiasmado e não me sentia tão sozinho quanto agora. Estou cansado, minha alma está. Estou fraco, meu corpo está. Que em meus dias se cumpram as Suas sempre boas vontades. Perto está o Senhor daqueles que O amam. Amém.

Thiago Mendes

sexta-feira, 7 de maio de 2021

Somos amor, suor e orgasmo!

Somos bondades e delitos que se entrelaçam, se aceitam e se equilibram. Os olhares, o sorriso – tudo em nós se comunica, se invade, se mistura. Seguimos resguardados por uma cumplicidade gostosa, quase criminosa, só nossa. Amo esses silêncios tumultuados, ruidosos, ditos em um idioma que só você e eu compreendemos. É sofrido, melancólico, excitante e estranhamente realizador. Nem é tanto sobre o que provocamos um no outro, e sim sobre o que provocamos quando estamos juntos. Somos amor, suor e orgasmo. 

Thiago Mendes

Praga de urubu não pega em boi gordo!


Não tema a energia dos invejosos. Esses maus-olhados só pegam em gente frágil e que não possui objetivos na vida. Foque no desenvolvimento pessoal, gaste tempo nutrindo as emoções, invista em leituras boas e edificantes, dê um jeito de relacionar-se com entusiastas. Os invejosos só são culpados pela própria ruína.  Lembre-se do ditado: praga de urubu não pega em boi gordo. Se você estiver bem, resolvido, curado e determinado a conquistar, nem mesmo toda a inveja do mundo poderá te impedir.

Thiago Mendes

segunda-feira, 3 de maio de 2021

Quem se importa?

Aprendi que não existe falta de tempo. O que falta é interesse. Quem se importa se vira. Liga, aparece, manda uma mensagem – qualquer manifestação de que está vivo e presente nos momentos de dor. Aprendi que pequenos gestos de carinho podem fazer uma diferença enorme na vida das pessoas, e isso, geralmente não custa nada. Um telefonema de surpresa, uma visita, um abraço afetuoso, ou até mesmo uma frase destas decoradas, tipo: “Se precisar de algo, sabe que pode contar comigo”. Que possamos prestar mais atenção na humanidade das pessoas. Suas carências, necessidades, anseios e temores. Quem sabe, prestar mais atenção no tom de seus olhares?! Cansados, ativos, brilhantes, baços, esperançosos, amedrontados, tristes. Que sejamos capazes de amar o próximo assim como amamos os nossos caprichos pessoais.

Thiago Mendes

domingo, 2 de maio de 2021

O livramento!

Livra-nos Senhor de todos estes que amam a lã, mas desprezam as ovelhas. Que eles saibam, afinal, que quem planta indiferença, colhe solidão. Conduza-nos a relações verdejantes e promissoras. Leva-nos, como Bom Pastor, a amizades que sejam como águas tranquilas - que matam nossa sede e edificam nossas almas. Retirai de nós os fardos pesados da religião morta, exigente, narcisista, gananciosa e ingrata. Que Tua bondade e misericórdia estejam conosco por todos os dias de nossas vidas. Amém.

Thiago Mendes

 

Evolução espiritual!

Ajuda-me a errar menos, Senhor. Que eu tenha passos mais equilibrados e que seja capaz de medir, cautelosamente, cada uma das minhas ações a...