sexta-feira, 29 de novembro de 2013

Sobre o trem e a vida!


A vida está passando rápido demais. Sinto-me como se estivesse dentro de um trem sentado do lado da janela, vendo cada coisa passar lá fora. Tudo vai ficando para trás. Cada árvore, montanha, cada vila perdida no meio do nada, cada criança que corre atrás do trem se divertindo com a viagem dos outros. Tudo vai ficando. Alguns amigos que estão na mesma viagem vão descendo nas próximas estações e, com um adeus frio, partem para o outro lado do caminho. Da mesma forma desconhecidos vão entrando, tentam puxar assunto, mas antes que possam ser chamados de amigos já mudam de vagão. Enquanto isso, estou aqui. Comendo na mesma panela, sentado ao lado da mesma janela, vendo o mesmo mundo passar ligeiro lá fora. Um dia vou descer do trem e não farei mais parte desta viagem. Contudo, o mais importante é que outros continuarão saindo e entrando nas próximas estações. Estamos na primavera. Acho que ainda não é hora de descer. Deixem o trem seguir em frente. Deixem o mundo que ele cruza ficar para trás. Está vazio? Não se sinta assim. Há outras pessoas neste vagão e elas estão sentindo exatamente a mesma coisa que você neste momento. Compartilhe a viagem. Compartilhe a vida. E faça isso antes que o maquinista grite o seu nome e diga que chegou a sua vez. 

Nenhum comentário: