sexta-feira, 14 de maio de 2021

Aceitação!

Finjo que não doeu, mas doeu. Finjo que já passou, que não me importo, que está tudo bem, mas não está. Meus dias alternam entre aceitação e revolta declarada; perdão e revanche; gratidão e ódio. Não sei como me relacionar com a dualidade de tantos sentimentos que, quase mutuamente, me arrastam do Paraíso ao Hades; da plenitude ao vazio. Sei que vai passar. Sei que seguirá doendo por um tempo, até que os gritos se tornem ecos, sussurros, e, finalmente, silêncio.

Thiago Mendes

Nenhum comentário:

Evolução espiritual!

Ajuda-me a errar menos, Senhor. Que eu tenha passos mais equilibrados e que seja capaz de medir, cautelosamente, cada uma das minhas ações a...