sábado, 29 de maio de 2021

A vida que resta!

Você tinha sonhos, poderia ter escolhido viajar o mundo, ter feito testes para atriz, ou se isolado do mundo e enfiado a cara nos estudos, ter ido morar sozinha no exterior – sei lá: ter namorado um ricaço, virado madame, conhecido lugares, hotéis, restaurante e pessoas incríveis; mudado para a praia e montado uma barraca de coco – literalmente qualquer coisa; mas você escolheu amá-lo, se entregou, se afastou do resto e agora percebe que sua vida está toda em torno de uma pessoa e ela não é você. E o pior: tudo o que faz não agrada, é insuficiente e sua presença parece incomodar. Bem, o mundo continua tendo lugares e pessoas incríveis, aquela vontade excitante de viver uma aventura segue aí, mas os anos e as circunstâncias tornaram tudo muito mais difícil. “Às vezes a vida que nos resta é a vida que temos”, pensa enquanto sente a água quente do chuveiro cair sobre seu corpo nu. Irá vestir a mesma roupa de dormir, preparar alguma coisa simples para comer, voltar ao sofá e sentar-se silenciosamente ao lado desse estranho com quem decidiu passar a maioria dos seus anos. “Às vezes a vida que nos resta é a vida que temos”.

Thiago Mendes

Nenhum comentário:

Evolução espiritual!

Ajuda-me a errar menos, Senhor. Que eu tenha passos mais equilibrados e que seja capaz de medir, cautelosamente, cada uma das minhas ações a...