segunda-feira, 17 de março de 2014

Sobre um sonho que renovou a minha armadura!


Na noite passada sonhei com um homem que eu jamais vi. Ele usava roupas simples e tinha olhos vivos. O desconhecido olhou-me de forma penetrante: “Siga em frente nobre guerreiro”, disse. “Naquilo que Deus te deu, o inimigo não pode tocar. Continue levando sua espada, distribuindo suas bênçãos e trazendo palavras de ânimo àqueles que, mesmo distantes, aguardam de bom coração a porção que tens distribuído a cada um. Não ouse achar que é inútil. Obras permanentes geralmente são mesmo invisíveis. Tente voltar às suas primeiras motivações. Elas eram mais infantis, tecnicamente menos preparadas, os golpes eram mesmo desajeitados, mas tudo era mais sincero e menos mecânico. Ah, como aquelas palavras simples fizeram bem! Sei que as coisas mudaram, sua responsabilidade aumentou muito, mas jamais deixe que isso direcione seu coração. Faça apenas aquilo que sabe ser necessário fazer. Lá no final, você certamente dirá: combati o bom combate, completei a carreira e guardei a fé”. Quando o sonho terminou, senti que minha armadura estava renovada. Espero que estas palavras renovem também a sua. 

Thiago Mendes

Nenhum comentário: