segunda-feira, 31 de março de 2014

Sobre o destino e as pegadas na areia!

Quando o homem vem ao mundo, suas mãos estão sempre fechadas, como se quisesse dizer: o mundo inteiro é meu e conseguirei dominá-lo! Mas quando o homem parte deste mundo, suas mãos estão sempre abertas, como se quisesse dizer: não tenho nada em meu poder. Tudo o que posso levar são minhas lembranças, tudo o que posso deixar são meus exemplos. Nada por aqui é nosso, a não ser as pegadas que cada um de nós deixamos nas areias incertas desta vida. É melhor viver com humildade, amor e gratidão a cada segundo que passamos por aqui. Lembre-se: Não somos donos de nada, nem mesmo do nosso próprio destino. A vida é mais leve para aqueles que sabem não possuir nada. 

Thiago Mendes

Nenhum comentário: