quinta-feira, 16 de junho de 2016

Sobre a sorte!

A sorte é generosa para com aqueles que não esperam nada dela, e implacavelmente perversa com quem vive contando com seus milagres. Se o guerreiro se manteve vivo em combate por sorte hoje, não significa que isso se repetirá amanhã. O Soldado da Paz sabe que não pode contar com o deslize do adversário, ou com uma mudança nas condições do tempo para vencer o combate. “A sorte já me favoreceu mais de uma vez”, conta ele orgulhoso. Mas sabe que todo livramento é também um aviso de seu anjo dizendo: “não passe mais por aí, treine mais esse golpe, não menospreze seus adversários”. E ele ouve seu guardião. Jamais desprezará a sorte que lhe livrou, mas nunca fará dela o motivo de seus triunfos.

Nenhum comentário: