quarta-feira, 17 de junho de 2015

Sobre a mulher e o perigo!

A Mulher de Fé sente alguns desejos que se chocam com seus princípios. De um lado falam as vozes de uma alma acostumada a admirar o perigo – como sendo algo desejável e sedutor. De outro, uma consciência que busca apenas criar um ambiente seguro para si e para aqueles que decidiu guardar em seu ninho. De vez em quando seus lados aventureiros falam mais alto: fazem propostas à sua mente, prometem mundos e fundos, criam expectativas; mas a Mulher de Fé se conhece; portanto, sabe que jamais seria feliz traindo a si mesma.

Nenhum comentário: