quinta-feira, 20 de fevereiro de 2014

Sobre armas polidas e comportamentos arranhados!


De vez em quando o Soldado da Paz sai para dar uma volta pelo acampamento a fim de observar o comportamento dos companheiros. Logo percebe que um de seus mais jovens guerreiros está concentrado polindo a espada e o escudo. O Soldado da Paz caminha, conversa com companheiros e quando volta o rapaz continua fazendo a mesma coisa. “Passei por aqui há um bom tempo e já estava polindo suas armas. Porque tanta preocupação?”, perguntou o líder em tom amável. O rapaz falou sem tirar os olhos de seu armamento. “Sei que a batalha chegará logo e quando elavier estarei com meu escudo e minha espada impecáveis”, diz sem dar atenção. O Soldado da Paz tem olhar desapontado: “Do que valerá se suas armas estiverem prontas, mas você não? Não adianta ter armas boas se seu comportamento não é bom”. O Soldado da Paz se levanta e volta à tenda. O rapaz não diz nada. Talvez tenha aprendido a lição, mas desapegar das aparências jamais será uma tarefa fácil. 

Thiago Mendes

Nenhum comentário: