sexta-feira, 5 de abril de 2013

Sobre tango, segredos e belas histórias!


Foi tão bom, tão rápido, eterno, forte, suave, tão nosso e, ao mesmo tempo tão de todo mundo. Foi leve como a vida e gostoso como um segredo. Foi escondido como um crime e público como uma dança. E dançamos intensamente! O tango nos levou ao mundo das belas histórias e nos embriagamos sem que outros participassem do mais público de todos os nossos segredos. Estava ventando lá fora e éramos livres como o vento e fixamente comprometidos como a bela cidade que nos assistia lá fora. Era o nosso mundo. Era o mundo de todo mundo. Os toques que não aconteceram, os olhares que não se cruzaram, as histórias que não compartilhamos, tudo ficou marcado e talvez perdurem para sempre no universo de nossas memórias. É, parece estranho sentir saudades de momentos que jamais vivemos, mas é justamente isto que tem acontecido aqui. Nada foi, mas parece ter sido tudo. Talvez algum dia ainda poderemos dançar este tango, viver estes segredos e escrever estas belas histórias.
Do meu próximo livro: “O Caminho Sagrado”.

Thiago Mendes

Nenhum comentário: