quinta-feira, 11 de abril de 2013

Sobre alimentar a tristeza com pães de ontem!


De vez em quando a nossa Alma pede colo. Sente-se sozinha, distante de si mesma, carente e vulnerável.  Já se sentiu assim no passado e os resultados não foram os melhores. Acabou por aceitar o mal que se passava por bem e depois sofreu as consequências. Claro, a alma sabe que por mais carente que esteja, deve se manter em seu lugar, firmada em suas convicções e, mesmo abalada neste momento, ela sabe que os momentos passam e as consequências ficam. É por isso que se manterá em seu lugar, sem dizer sim ou não. Este é o tempo de viver suas agonias e está disposta a isso sem atirar as suas pedras em ninguém, muito menos em si mesma. Talvez amanhã o dia esteja mais claro, e o seu mundo volte a ficar colorido. Enquanto isso se manterá assim: quieta, sem definir seus rumos e alimentando sua tristeza com pães de ontem. Tomara que sua fome seja saciada e seu dia volte a brilhar como sempre brilhou.

Thiago Mendes      

Nenhum comentário: