quinta-feira, 4 de abril de 2013

Sobre aquelas perguntinhas, sabe?


Hoje a Mulher de Fé amanheceu cheia de dúvidas. Está com medo de fazer perguntas a si mesma porque sabe que as respostas poderão comprometer o seu futuro. “A vida não é feita de respostas, mas sim de perguntas”, já ouvira alguém dizer. E talvez seja por isso que temos tanto medo de vasculhar as nossas convicções. Por muitas vezes as perguntas estão ali, tentando infernizar a nossa paz: “Você tem certeza que fez a coisa certa quando escolheu esta vida?” A interrogação vem perigosa, insensível. A Mulher de Fé responde sorrindo: “E quem está certo de qualquer coisa? Nunca estaremos. As perguntas manterão vivas as chamas da paixão. Não precisamos ter certeza, precisamos apenas ser felizes!”, diz. Por hoje, aquele vento parece ter passado, mas certamente voltará antes do próximo outono. Que as nossas perguntas não causem dúvidas, mas apenas mantenham acesas em nós, as chamas da paixão.

Thiago Mendes

Nenhum comentário: