terça-feira, 26 de junho de 2012

Sobre abraços e agasalhos!


Sei que não serei capaz de viver sem errar, mas que pelo menos eu seja capaz de não fazer da minha vida um grande erro. Sei que jamais serei perfeito, mas que isso não me impeça de tornar-me, a cada um dia, uma pessoa um pouco melhor. Sei que sempre terei sentimentos ruins, mas que pelo menos as minhas intenções sejam boas. Sei que jamais serei capaz de amar a todas as pessoas, mas que, pelo menos eu ame aquelas que cruzarem os meus caminhos, fazendo-me bem ou mal. Não! Eu nunca conhecerei tudo, mas que eu pelo menos seja capaz de conhecer o que elevará o meu espírito. Sei que nunca conquistarei tudo, mas que eu conquiste o que eu puder e faça deste território conquistado, um abrigo aos pequeninos desta vida. É, eu sei que jamais poderei dar abrigo a todos aqueles que sofrem de frio, mas que eu não negue abraços e agasalhos a quem eu possa oferecer. Afinal, quanto mais quente o planeta, mais frio torna-se o ser humano. Sei que o que escrevo jamais terá sentido para todos, mas que pelo menos, tenha sentido àqueles que levam a Espada Sagrada. Tem sentido pra você?

Thiago Mendes

Nenhum comentário: