segunda-feira, 16 de abril de 2012

Sobre pessoas e maçãs do amor!

Lembro-me que quando criança durante as festas religiosas, passávamos em frente as barracas de maçãs do amor. Eu, aquele menininho magro calçando botinas amarelas e criado na roça, achava incrível a quantidade enorme de maçãs com palitinhos apontados para cima, todas açucaradas, lindas e com um nome mágico: maçãs do amor! Eu queria saber o porque daquele nome. Se eu comece uma daquelas, será que arranjaria uma namorada? Ou me apaixonaria pela primeira moça que passasse na minha frente? E se eu me tornasse irresistível como aquelas maçãs?! Comi. Doce e suculenta por fora, porém estava podre por dentro. Minhas mãos acabaram lambuzadas e grudentas, não arranjei nenhuma namorada e muito menos me tornei irresistível. Acabou ali o encanto com as maçãs do amor. Engraçado que é exatamente assim com algumas pessoas que conhecemos. Parecem doces e suculentas, mas estão podres por dentro. Com pessoas assim o encanto dura pouco. Que sejamos suculentos como maçãs do amor e gostosos como maçãs!

Thiago Mendes

Nenhum comentário: