segunda-feira, 3 de agosto de 2009

A joia mais bela é aquela que não pode ser vista


Mahatma Gandhi, depois de ter conseguido a independência da Índia, fez uma visita à Inglaterra. Passeava com algumas pessoas pelas ruas de Londres, quando sua atenção foi atraída para a vitrine de uma famosa joalheria.
E ali ficou Gandhi, olhando as pedras preciosas e as joias ricamente trabalhadas.
O dono da joalheira imediatamente o reconheceu, e foi até a rua, saudá-lo.
“Muito me honra que o Mahatma esteja aqui, contemplando o nosso trabalho. Temos muitas coisas de imenso valor, beleza, arte, e gostaríamos de oferecer-lhe algo”.
“Sim, estou admirado com tanta maravilha”, respondeu Gandhi. “E mais ainda surpreso comigo, pois sabendo que podia ganhar um rico presente, ainda consigo viver e ser respeitado sem precisar usar joias”.
Deixe as jóias que estão dentro de você cada dia mais belas.

Pense nisso,

Thiago Mendes

Nenhum comentário: