terça-feira, 4 de agosto de 2009

O que o meu anjo da guarda gostaria de dizer


Meu anjo da guarda começa mais um dia de trabalho cansativo. Me olha na cama, ele sempre acorda dez minutos antes de mim - para se vestir de anjo. Coloca a espada de lado, arruma o cabelo e torce para que eu me meta em menos confusão neste dia.
“Tomara que ande mais de vagar neste carro louco, que olhe dos dois lados antes de atravessar a rua, que ore antes de comer, que se meta menos em encrencas”, pensa ele.

Aí eu me levando, escovo os dentes e meu anjo me lembra de orar. Faço uma oração rápida e saio para a vida. Não estou, mais sei que está comigo.

Agora escrevendo aqui da redação fico pensando, o que ele gostaria de me dizer agora?

Erramos menos, quando sabemos que estamos sendo observados,

Thiago Mendes

Nenhum comentário: