segunda-feira, 13 de julho de 2009

Issac e o Rabino



Certo rabino era adorado por sua comunidade. Todos ficavam encantados com o que dizia.
Menos Isaac, que não perdia uma chance de contradizer as interpretações do rabino, apontar falhas em seus ensinamentos.
Os outros ficavam revoltados com Isaac, mas não podiam fazer nada.
Um dia, Isaac morreu. Durante o enterro, a comunidade notou que o rabino estava profundamente triste.
“Por que tanta tristeza?”, comentou alguém. “Isaac vivia colocando defeito em tudo que o senhor dizia!”
“Não lamento o meu amigo que hoje está no céu”, respondeu o rabino. “Lamento a mim mesmo. Enquanto todos me reverenciavam, ele me desafiava, e eu era obrigado a melhorar. Agora que ele se foi, tenho medo de parar de crescer”.

Nenhum comentário: