sexta-feira, 30 de abril de 2021

As cicatrizes!

 

Você não sabe o que é desejar mal a ninguém. Admiro sua discrição, sua capacidade de viver com pouco, de ser grata até mesmo aos menores gestos e de nunca esquecer daqueles que um dia lhe estenderam as mãos. Sei que é capaz de fazer tudo a quem ama e, embora já tenha ouvido que deveria se envolver menos com as pessoas e com os problemas delas, está sempre apagando incêndios na vida de alguém. É verdade que quando sofreu e virou pó, ninguém apareceu a fim de juntar suas cinzas e teve que curar-se e refazer-se sozinha. Mas nem o abandono foi capaz de torná-la amarga e insensível. Está cheia de cicatrizes, mais madura e seletiva. Aí dentro pouca coisa mudou: segue afetuosa, inspiradora, determinada e apaixonada pela vida.

Thiago Mendes

2 comentários:

Unknown disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Luana P. disse...

Texto lindo!

O florescer!

Você ainda há de florescer. Sei que ouviu muitas palavras duras e que depois disso seu coração entristeceu. Também sei que nem sempre são as...