sexta-feira, 12 de fevereiro de 2016

Sobre o doce desafio de amar quem nos rejeita!

Quero sonhar na escuridão. Quero enxergar a beleza da vida mesmo naqueles dias mais turbulentos. Preciso amar quem me rejeita. Aceitar quem me despreza. Abrir a porta do meu lar e oferecer pão àqueles que um dia me pediram para sair. Aprendi que quando guardamos mágoa, estamos, antes de tudo, fazendo mal a nós mesmos. Reaprendamos a arte de viver. Sem mágoas, sem pesos e sem aqueles dramas desnecessários. A vida nos entregou gratuitamente um milhão de motivos para sorrir e não - não serão alguns probleminhas que nos farão desesperar e desistir de tudo. Eu escolho ser feliz, pois afinal será sempre melhor viver o lado bom das coisas.

Nenhum comentário: