segunda-feira, 25 de maio de 2015

Sobre não temer a morte nem a vida!

Era manhã e o sol ainda se espreguiçava todo se esforçando para nascer. O combate começaria a qualquer momento. No arraial, do outro lado do vale, o inimigo bradava intensamente. O Soldado da Paz chama seus companheiros: “Não tenham medo do ruído estrondoso do inimigo que brada do outro lado do vale. Sejamos sinceros: devemos temer muito mais o clamor, muitas vezes silencioso, de nossa alma, continuamente insatisfeita e insegura. A verdade é que cada um de nós é mais perigoso que um exército inteiro preparado para lugar. Na hora do combate, o mais importante é estar preparado tanto para a morte como para a vida”. Os guerreiros ouvem em silêncio. Logo suas espadas tocarão as de seus adversários. “Não temam a morte nem a vida. Temam a vocês mesmos”, dissera o guerreiro.

Thiago Mendes

Nenhum comentário: