terça-feira, 23 de dezembro de 2014

Sobre a bravura!


O Soldado da Paz é do tipo que sonha acordado, que voa com a imaginação, sorri por qualquer bobagem e gasta tempo observando detalhes aparentemente desinteressantes. Alguns companheiros criticam. “Parece tão forte e determinado em certas áreas, mas tão imaturo e indeciso em outras”, comentam. Mas esta é só mais uma das bobagens das quais o guerreiro sorri. Está decidido a viver o que acredita. Sem acumular regras desnecessárias e sem ser escravo das opiniões alheias. Ele aprendeu o principio que diz: “A bravura não está na ausência de sentimentos; pelo contrário, quanto mais sensível e observador, mais o guerreiro será capaz de discernir o sentido de cada golpe que der em combate”.

Nenhum comentário: