terça-feira, 17 de junho de 2014

Sobre a certeza de que tudo terminará bem!


Não tenha medo dos terrores da noite, nem das incertezas que passeiam pelos terrenos férteis de sua mente. Com o tempo vamos aprendendo que algumas coisas a gente evita, já outras são inevitáveis. Fugir do inevitável, é como fugir do destino – bobagem. Talvez tenhamos apenas que acreditar que a vida é do bem, e que no final, as coisas terminarão dando certo. O destino mais implacável é aquele que se manifesta sem muitos rumores, na solidão das noites e na beleza inofensiva de cada manhã. Inimigos silenciosos, serão sempre mais perigosos. Mas até estes ataques que bombardeiam nossas emoções, talvez acabem bem. Tudo vai depender da maneira como receberemos estes ataques. Não adianta nos isolar do mundo. As pessoas nos fazem bem e nos fazem mal, e é justamente isso que nós também fazemos a elas. Reaprendamos a convivência. Os fortes sabem repensar a vida, são flexíveis e saem dos escombros, direto para o recomeço. Os fracos se endurecem, enfrentam o inevitável e acabam derrotados. O Soldado da Paz reconhece o momento de ir ao combate e sabe que algumas vezes tudo o que temos que fazer é guardar as armas e relaxar. Afinal, a vida deve ser do bem.

Nenhum comentário: