quinta-feira, 29 de maio de 2014

Sobre passos, tombos e sonhos!


Nos últimos dias tenho pensado muito nas pedradas que levei, nos amigos que se foram e nos erros que cometi. Não, eu não trocaria aquelas lágrimas pelos êxitos de ninguém. Foram cada uma delas que me ensinaram que na vida, não podemos desperdiçar nada – nem mesmo os tombos que levamos ou as decepções que sofremos. Aprendi que depois de cada queda, nos levantamos um pouco mais fortes. As feridas se curam, mas a resistência que adquirimos, permanece para sempre. Hoje estou sacudindo a poeira, limpando meus olhos ainda turvos de pó e reunindo forças para recomeçar a jornada. Àqueles que me viram caído e não pararam para me ajudar, digo apenas que meus passos são largos, meu fôlego é bom, e meus sonhos ainda não morreram. 

Nenhum comentário: