segunda-feira, 17 de fevereiro de 2014

Sobre quando os anjos desaparecem!


De vez em quando o Arqueiro deixa de ouvir a voz de seu anjo. Tenta invocá-lo, faz exercícios espirituais, se isola por alguns momentos, mas nenhuma resposta é data. Depois de dias e, a ponto de entrar em desespero, o guerreiro celestial reaparece. “Onde esteve por todos estes dias? Achei que não o veria e ouviria mais!”, diz o Arqueiro. O anjo responde em tom severo. “Não adianta me chamar com os lábios e me expulsar com suas atitudes. Você está tão envolvido com os treinamentos e com o trabalho que tem se esquecido do mais importante: o relacionamento. Reveja suas estratégias, pois pode estar bem treinado, vencer todas as batalhas, mas mesmo assim terminar derrotado”. O Arqueiro entende o recado. Não adianta ganhar o mundo inteiro e perder sua própria alma. 

Thiago Mendes

Nenhum comentário: