quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

Sobre encarar o inevitável!


Viver é seguir pela estrada de uma mão só. Embora haja curvas, subidas, ladeiras e pontes com travessias perigosas – só há espaço para ida. O pior é que neste caminho muitas vezes incerto e perigoso, acabamos, em alguns momentos, nos encontramos com o inevitável. Ele, de vez em quando, se manifesta em forma de uma profunda decepção com alguém, ou uma perda, talvez a descoberta de uma doença incurável ou a falência financeira. Não importa em que ponto do caminho estamos agora. A verdade é que em algum momento o inevitável se manifestará. Aí não há uma maneira de voltar atrás ou como tentar minimizar os seus efeitos. Tudo que podemos fazer é encará-lo de frente entendendo que a vida - esta estrada de mão única - é feita de fases, e todas, mesmo as mais difíceis, são importantes. Quando o inevitável acontece temos o direito de chorar, de lamentar os momentos não vividos, de fazer as mil perguntas que surgem em nossa mente, mas jamais poderemos voltar atrás. Difícil este sentimento de impotência diante de algumas situações. O importante é aproveitar bem este momento que estamos vivendo agora. E quando o inevitável vier, iremos encará-lo de frente, entendendo que até ele, tem o seu lugar neste caminho. 

Thiago Mendes

Nenhum comentário: