segunda-feira, 13 de janeiro de 2014

Sobre o tempo e o perdão!

Ouvi dizer que suas feridas estão sangrando novamente. Não tenho muitos remédios, mas os que ainda me restam também são teus. Digo apenas que é impossível prosseguir sangrando. Se continuar assim, cada passo será uma milha em direção a morte. Ter um momento para curar as feridas é tão importante quanto o golpe mais decisivo para se vencer a batalha. Nada é tão danoso quanto um guerreiro ferido em combate. Sei que de todos os dardos do inimigo, o mais envenenado deles, é o da acusação. Nada como o tempo e o perdão! Lembre-se: o tempo muda o cenário. O perdão muda a condição. Vire a página. A vida tem novidades apenas para aqueles que decidiram olhar para frente. Voltar ao lugar da ferida é ferir-se outra vez. Não alimente a vingança, perdoe a si mesmo e o tempo dirá que estou certo. Melhoras.

Thiago Mendes

Um comentário:

Anônimo disse...

Este texto marcou a morte trágica de um relacionamento, o cair da máscara daquele que tanto era amado e o nascimento de uma nova mulher.
Releio novamente com a certeza de que seguir e buscar perdoar traz às vistas a mudança de condição.
Grata.

Daqui pra frente!

Vai com fé que dá. Você já tem muita luz, são se ofusque. Não se acanhe com olhares de reprovação. Não se abale com comentários negativ...