terça-feira, 10 de dezembro de 2013

Sobre sentir-nos mais forte por confessar nossas fraquezas!


De vez em quando o Soldado da Paz entra em desespero. Sente-se sem direção, aflito e não sabe mais o que fazer para encontrar o seu caminho. Fez preces, mas não se sentiu ouvido. Fez perguntas, mas não encontrou respostas. Alguém comenta: “Ele parece feliz”. “Claro”, outro responde. “Tudo o que faz da certo. Está sorridente, parece forte e cheio de vigor”. Mas o Soldado da Paz sabe que as impressões causadas estão distantes de sua realidade. Já tentou chorar, mas as lágrimas secaram. Já buscou conselhos, mas todos pareciam ocupados demais consigo mesmos. Mais uma vez dobra seus joelhos sem saber direito o que dizer. As primeiras palavras surgem pesadas, sem sentido, mas na medida em que seu coração se abre elas vão aparecendo. O Soldado da Paz sabe que às vezes é necessário se perder no tempo, a fim de se encontrar no caminho. E ele se encontra. Sentiu-se mais forte depois de confessar suas fraquezas. 

Thiago Mendes

Nenhum comentário: