segunda-feira, 4 de novembro de 2013

Sobre o Caminho das Possibilidades!


José, o pastor de Zoar, andou até chegar às margens de um pequeno riacho. Desceu até a água, lavou o rosto, bebeu e se sentou à beira do barranco a fim de descansar um pouco, e olhando as águas que desciam, aprendeu sobre o Caminho das Possibilidades. “As águas brotam de uma nascente, e ali, sem que sejam empurradas por ninguém, começam a sua jornada. Vão sempre buscando o melhor lugar para passar, sempre se encaixando com o meio. Às vezes, elas se unem, criam grandes lagos, e depois de se encherem, começam a sair por alguma greta, vagarosamente, e assim elas vão, nunca mais rápidas e nunca mais lentas que o necessário. Elas sempre vão. Navegam pelo Caminho das Possibilidades, até que se lancem espontaneamente nos braços do infinito, que é o mar. Assim também somos nós. Navegamos aqui até que nos lancemos nos braços da eternidade”, pensou. José saiu de seu devaneio, mordeu um pedaço de pão, tomou um pouco de água e partiu em busca de seu Sonho Individual. Ainda tinha um longo caminho a ser percorrido.
(Texto retirado do livro O pastor de Zoar)

Thiago Mendes

Nenhum comentário: