terça-feira, 20 de agosto de 2013

Sobre dor, remédio, destino, amor e eternidade!

Não tenha medo da dor, ela é mais remédio que veneno. Não pense que tudo acabou quando sentir-se abandonado, foi só uma vaguinha que se abriu em sua vida afim de que possa surgir um novo alguém – uma pessoa que realmente mereça estar por perto. Não tenha medo do silêncio nem o confunda com solidão. Há muitos solitários em ônibus lotados e em congestionamentos de trânsito por aí - completamente rodeados por pessoas e ruídos. Aceite os caminhos impostos pelo destino e não se preocupe com o resultado final - ele será apenas a consequência das sementes que está lançando agora. Não economize amor. Distribua-o de graça, sem cobranças e, certamente os seus frutos brotarão no tempo certo. Lembre-se: tudo o que você fizer aqui no tempo, ecoará na eternidade.


Thiago Mendes

Nenhum comentário: