terça-feira, 19 de fevereiro de 2013

Sobre o amor, a guerra, e a cura!


Nós precisamos de amor. Sem amor, a guerra jamais valeria a pena. Nós precisamos da guerra, sem ela, seria impossível lutar pelo amor. Claro, quando lutamos pelo amor, as feridas tornam-se inevitáveis, por isso precisamos de cura. Então digo: não tenha medo do amor, não tenha medo da guerra, não tenha medo da cura. Nunca é tarde para amar, nunca é tarde para lutar pelo amor, e nunca é tarde para que sejamos curados das tantas, quase incontáveis feridas, que estas guerras nos causaram ao longo da vida. Sim, ame sem medo e sem reservas mais uma vez, lute com todas as suas forças e esteja disposto a sentir tudo que um bom amor nos propõe – inclusive as suas dores. Lembre-se: todo amor de verdade, tem um pouquinho de tudo!

Thiago Mendes

Nenhum comentário: