segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

Sobre aqueles aromas que marcaram as nossas vidas!


Hoje, sem querer, me deparei com um perfume maravilhoso que marcou a vida da gente e acabei voltando ao lugar de nossos primeiros momentos. Juro, aqueles aromas nunca deixaram de me perseguir.  A suavidade agressiva de cada toque, o mundo inteiro lá fora - ocupado demais consigo mesmo e, portanto, incapaz de se preocupar conosco. O seu olhar levemente distante, apaixonado, feliz. Nada me faz tão bem quanto ficar te olhando e perceber que está tudo em paz em nosso mundo particular. Esse aroma me trouxe de volta a cada abraço longo, das nossas promessas de “para todo o sempre”, e daquele tempo quando o tempo nem existia, não para nós! Lembrei-me das dúvidas que tínhamos e de cada descoberta que, juntinhos, fomos fazendo, como alguém que encontra o lugar de um grande tesouro, mas precisa de maestria e paciência para desenterra-lo. Desenterramos e, embora ainda haja muito para aprender um do outro, hoje parece ser ainda mais prazeroso tentar te descobrir. Confesso, quanto mais descubro, menos sei. É bom, de vez em quando, voltar aos nossos primeiros aromas, embora os de hoje não estejam sendo nada menos sedutores. Que eles também deixem saudades e que venham outros ainda mais gostosos de viver e reviver!

Thiago Mendes

Nenhum comentário: