quinta-feira, 1 de novembro de 2012

Sobre o caminho dos girassóis!


Àlih, o guia, aproveitou o tempo com jeitinho de chuva e está plantando girassóis. Jávier, seu aprendiz, se aproxima: “Porque é tão importante plantar girassóis? Acho que seria muito mais útil se nos ocupássemos plantando grãos ou fruteiras, já que podemos comer e vender na cidade. Não consigo ver utilidade em girassóis”. O velho faz mais uma cova, lança as sementes e finalmente fita o rapaz. “Os girassóis são exemplos para nós, pois jamais viram as costas para a luz, daí vem o seu nome: por seguir o Sol do nascente ao poente. Eles sabem que se virarem as costas para a luz, irão morrer”. O velho empurra a terra com o pé e cobre as sementes. “Os girassóis são mais sábios que do que muitos de nós. A maioria dos homens está sempre preocupada com comida e dinheiro, por isso, acaba por esquecer-se da luz. Passamos dias e anos buscando riquezas e prestígio, cheios de muitas preocupações. Mas os girassóis, durante este mesmo período, só estão preocupados em seguir a luz. Eles sabem que só assim cumprirão a sua missão de fazer do mundo um lugar mais belo e de ensinar aos homens o caminho da luz”. O jovem não diz mais nada. Pega sua enxada e começa a fazer covas. Ele nunca havia observado o caminho dos girassóis nem sabia o porquê de seu nome. Mas a partir de hoje irá procurar seguir o seu exemplo. “Nunca mais irei virar as costas para a luz”.

Thiago Mendes

Nenhum comentário: