segunda-feira, 24 de setembro de 2012

Sobre os braços da rotina tediosa!


A Mulher de Fé já sentiu-se carente, temeu seus sentimentos e por mais de uma vez foi traída por eles. “O que você está esperando para tomar a decisão de ser verdadeiramente feliz?”, ouviu baixinho. “Não percebe que é bela e atraente demais para fazer de sua vida uma rotina tediosa como esta?”. Ela fecha os olhos e sente seu corpo tremer. Por mais de uma vez já pensou realmente que, se permanecesse vivendo daquela forma, estaria jogando sua vida fora. Todo o cuidado com o corpo, as horas em frente ao espelho se arrumando, o desejo de estar sempre bem e bela; mas pra que? Pra quem? Na grande maioria das vezes, por mais esforço que fizesse para chamar a atenção, passaria desapercebida. “O que me propõe não é verdadeiro”, contesta ela. “Todas as minhas amigas que ouviram seus sentimentos estão com suas vidas completamente destruídas e, se elas pudessem, voltariam correndo para os braços da rotina tediosa”. O vento passa e ela sorri. Irá continuar ali: lavando suas louças, perfumando sua casa e gastando as suas horas em frente ao espelho. Se ninguém perceber, pelo menos ela sabe que, apesar do tempo, ainda continua bela e atraente. “É melhor estar nos braços da rotina tediosa do que nos braços da mais podre perdição”.

Thiago Mendes

Nenhum comentário: