quarta-feira, 29 de agosto de 2012

Sobre buscar a luz!


Álih, o guia, está assentado à sombra de uma árvore meditando. Jávier, seu aprendiz, se aproxima e passa a observá-lo. O semblante sereno, os olhos que, mesmo fechados parecem transmitir paz, a face já enrugada, os cabelos embranquecidos de sabedoria e o ambiente de pureza que o permeia parecem atrair o jovem para mais perto. “Senhor”, resmunga interrompendo a meditação do guia. “O que o você faz para manter-se tão cheio de luz?” O velho não abre os olhos, nem muda o ritmo de sua respiração ou troca a posição do corpo. “É simples”, diz. “Gasto mais tempo buscando a luz do que fugindo das trevas”. Jávier tem o tom calmo e moderado que o ambiente exige. “Eu também tenho tentado fazer o mesmo, só que cada vez sinto-me mais atraído pelos meus antigos hábitos, dominado por pensamentos perversos e distante da luz”. O velho continua concentrado. “Você tem feito exatamente o contrário. Ao invés de buscar a luz, você tem fugido das trevas. Busque a luz e as trevas fugirão de você”. Jávier entende o recado. Se ajoelha ao lado do guia e começa a meditação. A partir de hoje de uma maneira completamente diferente.

Thiago Mendes

Nenhum comentário: