quinta-feira, 31 de maio de 2012

Sobre coisas que só o tempo nos diz!


A Mulher de Fé decidiu que não irá chorar pelas mesmas razões. Entendeu que já derramou lágrimas demais por pessoas que não lhe corresponderam, e é por isso que fará do sorriso o seu melhor remédio. Sente que chegou o momento de recomeçar e desta vez irá até o fim. “Não quero correr o risco de passar a vida inteira sofrendo sempre as mesmas dores e chorando as mesmas lágrimas”, pensa. Ela lava o rosto, sente o frio da água e se lembra das tantas vezes em que tomou esta mesma decisão: não iria mais se submeter às mesmas humilhações, mudaria seu modo de agir, seria mais fria e racional, pensaria um pouco mais em si mesma, esqueceria quem não a valoriza, não permitiria que a usassem como um objeto, mas sempre fracassava e acabava retrocedendo e guardando seus sofrimentos apenas para si mesma. “Todas as grandes transformações em nossas vidas só são possíveis quando somos capazes de tomar uma decisão”, ela tem consciência. Sente que as lágrimas começam novamente a descer. Serão as últimas? Ela será capaz de impor a si mesma e a todos o seu novo ritmo? Talvez esteja tão envolvida com a maneira antiga de viver que se sinta incapaz de propor a si mesma uma nova oportunidade para recomeçar. Mas, quem sabe? Ela irá esperar que todos cheguem à casa e só aí saberá se foi capaz de mudar realmente ou se esta foi apenas mais uma daquelas crises de insatisfação que por tantas vezes já vieram e já se foram. O tempo dirá!

Thiago Mendes

Nenhum comentário: