sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

Sobre reconstruir o nosso mundo!

O Soldado da Paz já se sentiu incapaz de vencer circunstâncias e imaginou que não seria mais aceito por aqueles que lutam ao seu lado. Ele estava errado! O Soldado da Paz já temeu e preferiu fugir a enfrentar. O Soldado da Paz já deixou de levar a luz para cortejar as trevas. O Soldado da Paz já se sentiu profundamente enganado por seus sentimentos e foi aí que aprendeu que a emoção só é válida quando não se choca com um mínimo de razão. O Soldado da Paz já lutou contra si mesmo e acabou ferido pela própria espada e traído por suas convicções. O Soldado da Paz já fez alianças equivocadas e acreditou em pessoas às quais não mereciam esta honra e desta vez viu seus companheiros se espalharem, então descobriu que nem todos que chegam sorrindo são de fato gentis e sinceros. “Um sorriso é muito pouco para mostrar de fato quem é uma pessoa”, concluiu. O Soldado da Paz já viu o mundo desabar sobre sua cabeça. Ele saiu dos escombros e começou a reconstruir. “Cada sonho frustrado, cada decepção, vergonha, medo, tristeza, solidão; cada batalha proposta pela vida é uma nova chance para que reconstruamos nosso mundo”, gritava pelas praças reerguidas. Se você já passou por tudo isso e continua acreditando na vida, parabéns! Você também carrega a Espada Sagrada. Você também é um Soldado da Paz. Se desejar compartilhe a sua luta, me escreva!

Thiago Mendes

Nenhum comentário: