quarta-feira, 17 de agosto de 2011

Sobre nossas incertezas!

Você não tem a obrigação de ser a pessoa mais forte do mundo! Não seja escravo da força. Também não é necessário se submeter em ser a mais fraca de todas elas. Não seja escravo da fraqueza. Entre tudo que você pode ser, procure ser você mesmo. Aí está o ponto mais próximo da felicidade. Nãoprecisamos ser fortes apenas para satisfazer a ganância coletiva queadmira os fortes. A maioria destes que se mostram invencíveis, só se mostram assim afim de que os outros não descubram o quanto são frágeis e carentes. Ser forte é acima de tudo assumir a si mesmo sem medo de reconhecer que este eu, às vezes fraco, às vezes forte, às vezes louco, às vezes amedrontado, às vezes choroso ou sorridente – Sim! Este cheio de convictas incertezas é uma pessoa, que apensar de não ser tudo aquilo que os outros gostariam que fosse, segue o seu caminho em busca de paz e felicidade.


No Caminho,


Thiago Mendes

Nenhum comentário: