quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

O ANJO DA MORTE CHEGOU. E AGORA?


Conta-se a história de um homem que encontrou um anjo no deserto, e lhe deu água. “Sou o anjo da morte e vim buscá-lo”, disse o anjo. “Mas como você foi bom, vou lhe emprestar o Livro do Destino por cinco minutos; você pode alterar o que quiser”.

O anjo entregou o livro. Ao folhear suas páginas, o homem foi lendo a vida dos seus vizinhos. Ficou descontente: “estas pessoas não merecem coisas tão boas”, pensou.

De caneta em punho, começou piorar a vida de cada um. Finalmente, chegou na página de seu destino. Viu seu final trágico, mas quando preparava-se para mudá-lo, o livro sumiu. Já havia passado cinco minutos.

E o anjo, ali mesmo, levou a alma do homem.

Perdemos tempo demais nos preocupando com o destino dos outros, enquanto isso o curto tempo que temos aqui esta passando e fizemos muito pouco para o bem de todos.

PARA A VIDA:

“A caneta do seu destino está em suas mãos. Escreva o que desejar, mas jamais gaste tempo tentando piorar o destino de ninguém, isto apenas adiantará o processo de nossa morte”.

Thiago Mendes


Um comentário:

Jocianne disse...

Cuidar de nossas vidas já é tão difícil... se puder auxiliar um irmão desorientado em sua caminhada e apoiar faça, mas contribuir para suas tristezas jamais!!!

Daqui pra frente!

Vai com fé que dá. Você já tem muita luz, são se ofusque. Não se acanhe com olhares de reprovação. Não se abale com comentários negativ...