quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

O ANJO DA MORTE CHEGOU. E AGORA?


Conta-se a história de um homem que encontrou um anjo no deserto, e lhe deu água. “Sou o anjo da morte e vim buscá-lo”, disse o anjo. “Mas como você foi bom, vou lhe emprestar o Livro do Destino por cinco minutos; você pode alterar o que quiser”.

O anjo entregou o livro. Ao folhear suas páginas, o homem foi lendo a vida dos seus vizinhos. Ficou descontente: “estas pessoas não merecem coisas tão boas”, pensou.

De caneta em punho, começou piorar a vida de cada um. Finalmente, chegou na página de seu destino. Viu seu final trágico, mas quando preparava-se para mudá-lo, o livro sumiu. Já havia passado cinco minutos.

E o anjo, ali mesmo, levou a alma do homem.

Perdemos tempo demais nos preocupando com o destino dos outros, enquanto isso o curto tempo que temos aqui esta passando e fizemos muito pouco para o bem de todos.

PARA A VIDA:

“A caneta do seu destino está em suas mãos. Escreva o que desejar, mas jamais gaste tempo tentando piorar o destino de ninguém, isto apenas adiantará o processo de nossa morte”.

Thiago Mendes


Um comentário:

Jocianne disse...

Cuidar de nossas vidas já é tão difícil... se puder auxiliar um irmão desorientado em sua caminhada e apoiar faça, mas contribuir para suas tristezas jamais!!!