segunda-feira, 27 de abril de 2009

A rotina não pode ser o nosso fim



Todos nós temos que encarar a rotina. Até mesmo àqueles que mudam seus afazeres todos os dias, entram na terrível rotina de ter que mudar sempre.

Precisamos aprender a variar nossa rotina. Minha vida é assim: acordo as 5:30 da manhã, e vou para a redação do jornal. Dou uma olhada nos principais jornais do Brasil e do mundo, vejo o que aproveito em cada um, edito o jornal, as 8 entro no ar, apresento. Terminando o jornal faço alguns telefonemas, escrevo as notas da programação, aí chego onde estou agora – escrevo o texto do blog -, depois escrevo o esporte. Vou embora, almoço, brinco um pouco com o Israel, saio a tarde para resolver questões da Igreja, até a tarde. A noite, prego praticamente todos os dias, e apesar de sempre ser em um lugar diferente, esta se chama “rotina da diferença”.

Todos nós temos uma rotina. E para que sejamos felizes, precisamos aprender a conviver com ela.

Thiago Mendes

2 comentários:

Clessy e Siomar disse...

Que Deus abençõe sua rotina!
Clessi e Siomar

Pra. Fran Mendes. disse...

Otimo texto...................
te amo