sexta-feira, 24 de abril de 2009

O MODO QUE A VIDA ACONTECE - étão rápido e tão lento


Da janela, o homem reparou que o mestre sufi Uways descansava na praça em frente à sua casa. “Talvez ele possa me dizer algo importante”, pensou.
Saiu, e fingindo estar distraído, aproximou-se do mestre.
Depois de uma breve hesitação, perguntou a ele: “como o senhor se sente hoje?”
“Como alguém que acordou de manhã e não sabe se estará vivo no final do dia”, respondeu o mestre.
“Mas isto não é nenhuma novidade”, disse o homem. “Afinal, todos os seres humanos se encontram nesta mesma situação”.
“Sim”, disse Uways. “Mas quantas pessoas neste mundo se dão realmente conta disto?”

Precisamos ter consciência da vida, para compreender como ela se processa.
A eternidade ainda não chegou.

Thiago Mendes

Nenhum comentário: