quinta-feira, 26 de março de 2009

A IRMÃ E O COMERCIANTE


Uma fervorosa cristã esforçava-se para desenvolver seu amor ao próximo.
Mas sempre que ia ao mercado um comerciante insistia em fazer-lhe propostas indecorosas.


Certa manhã chuvosa, o homem apareceu para importuná-la mais uma vez.
Descontrolada, ela pegou seu guarda-chuva e bateu no rosto do comerciante, ferindo-o.
Nesta mesma tarde, foi procurar o seu pastor e relatou o ocorrido. “Tenho vergonha”, disse.


“Não consegui controlar meu ódio”.
“Você agiu errado em odiá-lo”, respondeu o sábio pastor. “Da próxima vez que ele lhe disser algo, encha seu coração de bondade. E torne a bater com seu guarda-chuva, desta vez mais forte, porque ele só entende essa linguagem”.

Que abençoe a todos nós,

Thiago Mendes

Um comentário:

tirrex disse...

mto insteressante essa msg! gostei mto..

Daqui pra frente!

Vai com fé que dá. Você já tem muita luz, são se ofusque. Não se acanhe com olhares de reprovação. Não se abale com comentários negativ...