terça-feira, 26 de outubro de 2021

Imperfeição!

Ando buscando mares calmos, adrenalinas suaves, relações menos conflituosas, corações leves e almas compreensivas. Estou cansado de ambientes que requerem contínua satisfação e onde as tensões nunca cessam. Chega uma hora que o espírito só quer canto, descanso e um pouco de paz. A gente luta, se esfola, suporta pressão, passa por infernos existenciais até que um dia entendemos que esse estado não precisa ser eterno. Com o tempo aprendemos a compreender os sinais, nossa intuição torna-se apurada e começamos a selecionar melhor os parceiros de jornada. Amadureci a ponto de aceitar as minhas próprias imperfeições e isso me tem sido simplesmente libertador.

Thiago Mendes

Nenhum comentário:

A mão do ferreiro!

Eu já tomei muitas decisões erradas na vida. Errei em escolhas, priorizei o que é banal e tratei com desprezo ao que deveria dar valor. Já i...