domingo, 11 de julho de 2021

Plenitude!

Existe um vazio estranhamente sedutor na plenitude. Você tem tudo o que a maioria sonha e reconhece que a vida lhe tem sido surpreendentemente generosa, mas ainda assim lhe falta algo. Você se arruma toda, se olha no espelho, sente-se linda, realizada e, antes de sair, olha pela janela e vê o infinito de luzes que desaparecem no horizonte. E aí você se sente exatamente como a cidade vista a noite do alto de sua janela: imponente, iluminada, romântica, mas solitária. Você não reclama de nada, jamais faria isso. Curiosidade? Excitação? Desejo por aventura, perigo e emoção? Não sabe e não importa. É só esse vazio estranhamente sedutor que habita a plenitude.

Thiago Mendes

Nenhum comentário:

Propósito!

Jamais causaremos impactos significativos nos movendo apenas por conveniências. A vida que faz o mundo girar, que inspira, transforma e desp...