quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

Sobre o pão, o chão e o coração!

Todos nós aguardamos um amor verdadeiro – e que ele nos ame sem reservas apesar de todos os nossos defeitos – apesar de sermos quem nós somos. Com isso, esperamos os beijos de bom dia e os abraços de até logo. Aprendemos que quem ama e se sente amado sabe que jamais estará só. O amor nos acompanha – mesmo que esteja longe. O amor nos vigia – mesmo que seus olhos estejam voltados para outra direção. Tudo bem, o amor jamais olhará para outra direção! Para quem ama, o aqui e o acolá têm a mesma distância. Quem ama de verdade, divide a vida com alegria. Sim, o mesmo pão, o mesmo chão e um só coração.


Nenhum comentário:

Estou tentando aprender a ser grato a todo mundo.

Quem me perseguiu, fez-me mais astuto. Quem me humilhou, tornou-me mais humano ao experimentar a dor da vergonha. Quem não me assistiu, ...